Recebi comunicado pela primeira vez

Hoje de manhã na aula de biologia meu professor estava estressado com a turma porque todos estavam copiando uma atividade de química, enquanto ele corrigia a prova que acabara de entregar. Ao me ver com a prova dele na minha mesa achou que eu também estava na onda de copiar a atividade e me tirou de sala. De primeira me recusei a sair da sala, mas depois vi que ele não estava de brincadeira e eu saí, chorando muito. Após 3 aulas a nossa coordenadora chegou na minha sala e me chamou para pegar meu comunicado. Estou muito, muito triste porque sei que minha mãe não vai gostar nada disse assim como eu não gostei e outra coisa esse é meu primeiro comunicado. To muito triste!!

0 0 votar
Avaliar Desabafo
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Nayara
2 years ago

Calma!
Explique tudo para sua mãe, ela vai entender que ele foi injusto com você.
O idiota do seu professor estava com raiva dos outros e descontou em você. É um babaca.
Não se sinta culpada e fique calma.

chiva
2 years ago

Não fique triste, pois a vida nem sempre é justa e às vezes até os professores cometem erros, pois não é fácil lidar com uma enorme classe de aluno. Eu penso que mesmo que a sua mãe ou até mesmo vc, vá até a coordenadoria explicar o mau entendido, dificilmente essas pessoas irão passar por cima de um posicionamento do professor. Sei disso, pois o meu filho na adolescência me deu um baita trabalhão, pela forte personalidade dele e por ser combativo, não foi nada fácil trabalhar limites com ele UFFA! Fui uma domadora de fera, mas consegui, hoje com 23 anos já está inclusive terminando a sua pós-graduação. Converse com a sua mãe, explique para ela o que ocorreu, peça para ela o seu voto de confiança, pois uma boa mãe sempre conhece seu filho. Eu sabia sempre com meu filho, inclusive quando ele tentava me enrolar. kkk Estude bastante e para você não se prejudicar na matéria, estude em dobro para provar para esse professor que você não precisava ficar copiando exercícios e que você é bom aluno.

Botão Voltar ao topo