Perdi a chama pelo meu marido

Estou casada há 15 anos com o meu marido e perdi a chama pelo meu marido, depois de me casar as minhas amigas afastaram-se de mim, ele não me deixa sair com ninguém, isolou-me.
Tem muito mau feitio e estamos sempre a discutir principalmente por causa da nossa filha, ele é muito exigente, eu sou mais compreensiva e por isso ele acha que não estou nem ai para nada.
Não consigo dizer-lhe que me quero separar, pois estamos sempre a discutir, não sou feliz e só fico alegre quando não estou com ele, não sei o que hei-de fazer, a minha filha também esta farta dele e está sempre a dizer-me que não pode com ele.
Gostava que me pudesse dar um conselho sobre como dizer-lhe que não quero mais este casamento, porque sinto-me presa, ele não me dá espaço.
A nível sexual é bastante egoísta, só se preocupar com o bem estar dele, não se preocupa em me dar prazer.
A nível económico eu trabalho, mas não ganho o suficiente para me manter mais a minha filha.

11 Comentários

  • Naty 10 de abril de 2013

    Para dar um pé em alguém, nada como ser curta e grossa : Acabou!
    Assim eles entendem melhor rs.
    Porque ele não merece sua peninha. Não merece que vc fique encontrando as palavras certas. Vc deve ser transparente quanto ao que está sentindo. Ainda mais, se tem certeza da sua decisão.
    Ele está te privando de ter uma vida social.De sair um pouco.
    E ainda não te satisfaz sexualmente.
    O que complica nessa sua decisão de se separar, é o fato de vc não ter uma estabilidade financeira suficiente para cuidar de si e da sua filha. Se sua filha é menor, ele vai dar pensão. Mas ainda, pode não ser suficiente.
    Por isso, seria interessante que vc aguentasse ele mais um pouco e enquanto isso , investisse na sua qualificação profissional. Que fizesse cursos profissionalizantes. Até video aulas na internet de manicure ou coisas do tipo, para lhe render um dinheirinho extra.
    Enfim. Tudo de bom para vc , linda.
    Que Deus te ajude a decidir pelo melhor. Amém.

    Resposta
    • Kieees 7 de novembro de 2016

      Eu ja recomendo vc procurar uma terapeuta adventista do setimo dia elas sao otimas em aconselhamento famíliar e espiritual ou seja Deus tem que está presente em seu casamento …! O nosso Deus tem que ser a base o alicerce do lar ele e o primeiro quando colocamos Deus a frente pra guiar o nosso casamento tudo ele pode fazer por nos e nos dando alegria força pra encarar os poblemas temos que ser perceverantes confiar que nele tudo e possível

  • K 10 de abril de 2013

    Seja sincera com ele. Deixe claro as coisas que não te agradam, e que se não mudarem você vai tomar uma atitude drástica. Mostre para ele como você gostaria que fosse. Separação só em ultimo caso, tente salvar o seu casamento.

    Resposta
  • Lia 10 de abril de 2013

    Flor, abre o jogo com ele, seja dura e de um basta nisso.. se você quer salvar seu casamento não deixe isso acontecer mais.. Eu vivia isso com meu namorado ate a hr que eu dei um basta e resolvi enfrenta-lo e eu digo que resolveu.. eu achava que ele ia piorar, que ia ser muito pior mas eu precisava enfrenta-lo e deu muito certo, ele me ve com outros olhos, você mostra que é valente e tem atitude de correr atrás do que você quer!
    Olha flor, se vc quer realmente terminar seu casamento então diga de uma vez, enrolação não leva a lugar nenhum.

    VAI SER FELIZ, PQ TODO MUNDO MERECE SER FELIZ!!

    Resposta
  • Pedro Amélio 10 de abril de 2013

    kkkkk eu n entendo esse povo que casa,gente se casamento fosse bom nao precisaria de testemunha nao é verdade? parada é a seguinte,um homem nunca vai estar satisfeito,a maioria só ker sexo e comida na mesa e futebol, c vc n der isso pra ele ele vai t tratar mal cncerteza ou vai t trair,pode apostar,o q vc deve fazer é rezar e pedir pra Deus te mostrar oq fazer,já q vc já fez a besteira d ter casado, e a besteira maior aind d ter engravidado ‘=’

    Resposta
  • s 11 de abril de 2013

    Querida, falando em compreensão, compreenda que separações litigiosas existem exatamente para isso, para quando uma das partes chegou à conclusão de que deve romper com a união e de que a outra se recusaria a ouvir a respeito e/ou de que receberia a noticia demasiadamente mal…
    Se esse é o seu problema, minha amiga, resolvido fica.
    Mas acho que não seria bem isso, na verdade. Parece que você, mesmo sendo compreensiva, não compreendeu que para separar-se, deveria primeiramente suprir a impossibilidade de manter-se sem a assistência do parceiro.
    Sabe o que senti da sua postagem? Que você quer na verdade convencer pessoas, mediante o seu relato, a modo de justificar que uma eventual separação seria ‘por culpa’ do seu marido. Oferece inclusive provas (a ‘palavra’ da sua filha), como se precisasse e estivesse num Tribunal que a absolvesse do desejo de separar-se!…
    Pense em ‘Responsabilidades’ ao invés de em ‘Culpas’, minha amiga. Responsabilize-se pelo seu desejo de separar-se, pois está cansada do seu casamento, que gostaria que fosse diferente, assim como do seu marido, pelo mesmo motivo.
    O resto é ação.

    Resposta
  • aff... 5 de setembro de 2013

    Primeiramente deixe a sua filha fora disso, do seu casamento. Aliás, se a garota perde o temor respeitoso pelo pai, e pelas ordens que ele dá, logo mais, “vencido” esse pai, imediatamente a garota passaria a enfrenta-la e, desprezando você anteriormente a “autoridade” do pai dela sobre ela, não teria a quem recorrer para eventualmente conduzi-la com pulso se necessário.
    Você trabalha mas reconhece que não poderia sustentar-se e à sua filha. Então não há que pensar em separar-se antes de obter essa independência. Portanto, prejudicado fica o seu desejo de saber como falar ao seu esposo sobre uma separação, pois você não tem autonomia para manter-se por ora, exceto permanecendo casada.
    Portanto, até lá, resta tentar dialogar com o seu esposo e expor que desejaria um relacionamento mais pacificado entre vocês, com mais carinho e compreensão de parte a parte. E o compromisso valeria igualmente para as suas atitudes futuras em relação ao seu esposo: mais diálogo sereno, menos críticas veladas ou diretas, ou frases e olhares depreciativos, etc., e talvez mais “engenhosidade” nos momentos de intimidades. Embora sempre existam os casos mais empedernidos, via de regra os homens se mostram bem-dispostos para atender aos desejos da mulher quando ela os manifesta usando talvez de um certo tato.
    Nada acontece por acaso. Nada. Tudo tem uma razão de ser como é, embora às vezes não tenhamos disso uma noção clara. Porém a Logica nos diz que um mais um será sempre dois. Portanto, no resultado de qualquer conta, lá estarão os números manipulados a desembocar no resultado.

    Resposta
  • cleide 10 de abril de 2015

    Olha querida nao va pela a cabeca de ninguem afinal todos nos somos diferente e so vc sabe realmente o que vc esta sentindo eu tambem estou passando por um situacao parecida com a sua e muitas vezes pensei em ir embora mas tambem tenho uma bebe e penso primeiro nela o que vc deve fazer e orar e pedi a deus que te ajude a amar o seu marido de novo e procurar conversar com ele sobre os problemas.

    Resposta
  • maria 3 de abril de 2016

    Boa noite,estou casada a 1 ano e não sinto vontade de fazer sexo o que será?alguém pode me ajudar….

    Resposta
    • nardo 20 de janeiro de 2018

      Boa noite Maria !

      Sei que a pergunta não foi pra mim .Me desculpe de falar sobre o mesmo assunto .estou como mesmo problema com a minha esposa.
      Ela sempre reclama que esta cansada..

  • Shirlei Pereira 7 de novembro de 2017

    Diga a ele que acabou e siga sua vida, todos merecem ser felizes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *