Peço perdão a Deus mas odeio certas atitudes de muitos irmãos evangélicos

Minha mãe trabalha na casa de um povo da igreja Congregação Cristã, todos a tratam com muito carinho, inclusive quando ela mais precisou eles a acolheram com todo zelo.
O fato é que nesse último domingo teve batismo nessa igreja, e minha mãe contou que ontem todos comentavam com ar carregado de fanatismo, que fulano era do mundão, batizou nas águas e agora já está todo mundo salvo, todo mundo virou santo e quem não é da denominação já está no fogo do inferno. Você coloca uma saia, não corta cabelo e não se maquia, já tem um lugar no céu e todo o resto da mulherada que tem auto-estima e se arruma já está tudo condenado, porque as aparências denominam o caráter desse povo medíocre e cheio de preconceito.
Teve uma mulher que nunca visitou essa igreja CCB, e a primeira vez que foi já disse que sentiu vontade de batizar e quer seguir a Cristo, como se para isso precisasse de religião, porque muitos desses que pregam regras em cima de regras, se esquecem do mandamento do amor e da caridade, uns dos principais pregados pelo Mestre.
Fico stressada mesmo com essa doença de alma de muitos cristãos, que excluem os irmãos por não pertencerem e não seguirem líderes religiosos, porque para eles Jesus não é o bastante, tem que ter gente da terra para mandar e o povo obedecer cegamente, como a igreja Universal, mundial e tantas outras que rapelam a grana dos otários e está lá todo mundo submisso a isso sem poder de questionamento, acreditando que Jesus está no meio dessa sujeirada toda.
Eu tenho religião, acredito que estar em comunidade para ouvir a palavra, adorar a Deus é o que ele nos pede, mas as boas ações tem que sair fora dos templos, a hipocresia é o mal de muitos cristãos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

5 Comentários
  1. Viviane Diz

    As igrejas não são perfeitas! Tem certas coisas que acontecem que realmente me desagradam tb. Mas vc tem que focar no seu alvo que é Cristo.
    A Cristã do Brasil específicamente parece ser muito fechada, eles quase não visitam outras igrejas, acho que focam muito em usos e costumes e parece ser uma igreja meio preconceituosa e focada na religiosidade. se um tatuado, gay, ex vida louca, convertido ou não, chegar lá, não sei se se sentiria bem vindo, talvez só se sentiriam julgados e acharia que servir a Deus, atingir o padrão dos membros é algo impossível e inatingível e que não vale o esforço. Passam uma imagem que seguir a Deus é não fazer um monte de coisas e ponto. O povo que frequenta a cristã sei lá, não parece que experimenta a alegria de servir a cristo, me parecem religiosos, parecem não servir por amor, parecem estar no tempo da lei ainda. Mas eu mesma nunca os visitei – é a imagem que eu tenho deles, só tive uma amiga que era membro, mas já não mantenho contato. Então sei lá. Deus que sabe de tudo, e eu sou só um ser humano imperfeito, que apenas vê a superfície e peço que ele tire o julgamento de mim.
    Eu sempre visito outras igrejas e acredito que todos somos membros de um só corpo, então todas as denominações devem estar em comunhão. E todas as pessoas devem ser bem vindas, que este seria o modo que Deus gostaria que agíssemos. e devemos deixar claro que com Deus todos somos capazes de nos transformar e sermos santificados, sair do caminho mal e servir a Deus verdadeiramente.

    1. Viviane Diz

      Mas como eu comentei, as igrejas são imperfeitas, pois são feitas de seres humanos pecadores. Nós temos que focar em Jesus, tentar ser como Ele, amar a Deus acima de tudo e ao nosso próximo. Obras de caridade em si não salvam as pessoas – pois quem faz às vezes tem apenas caráter- mas é necessário também a fé, a comunhão com Deus, a santidade, o relacionamento profundo com Deus. Vc tem que focar na sua vida com Deus, e o máximo que vc pode fazer pelos outros, é orientar, orar, reclamar e ficar olhando para as ações deles não é o certo. Ser salvo não é algo fácil – a porta é estreita, exige realmente amar a Deus acima de TODAS as coisas, renunciar ao mundo, e ter Deus como prioridade na sua vida. Acreditar em Jesus – ser crente, não é suficiente!

  2. Stefany crus Diz

    pegue a melhor parte irmã, se preocupe a principio com sua vida com nosso cristo, mas é obvio q não te impede de orar por esses irmão e conversar para que eles reconheçam o erro

  3. Rafa Diz

    Essa denominação é acredita que somente eles serão salvos. Isso é um grande problema. Tratar sua mãe bem isso qualquer igreja poderá fazer mas e o ensino verdadeiro? Acredito que você deva pesquisar mais sobre a CCB pois é uma denominação muito problematica. Muitos teologos cre que a CCB é uma seita e também creio em certa parte nisso. Pesquise sobre e vera.

  4. Charlotte Diz

    Alguns parentes meus frequenta uma igreja e acham pq eles sao evangelicos sao melhores(sendo q minhas primas q frequenta tem como atividade favorita falar mal dos outros… tipo pra eles ir na igreja ja e suficiente nao importa se suas atitudes na vida são boas ou más), e pra eles pessoas boas de coracao q fazem mal a ninguem, ajuda os outros mas nao vão a igreja são inferiores.

Usamos cookies para dar uma experiência melhor aos utilizadores que visitam o nosso site. AceitarPolitica de Privacidade