Não tenho apreço/amor por meus familiares

Tenho 20 anos, sou estudante. Desde sempre vivi com uma casa cheia: mãe, pai, avós, tios e primos. .. Nunca me senti solitária, mesmo passando dias e dias sozinha, a presença ou não de alguém é indiferente. As vezes acho que não amo meus familiares. .. Minha mãe, meu pai, avós. .. Ninguém. Parece horrível, eu sei, mas é involuntário. Jamais faria mal para algum deles, aliás, sempre tentei ajudar no que posso (as vezes contrariada, mas sempre busquei fazer o melhor). Não me comovo com os problemas deles, as dores, as dificuldades. Eu entendo que nem tudo é flores, mas me mantenho indiferente frente à situações “chatas”. Já parei para imaginar como seria minha vida caso eles faltassem, e ainda assim não me passou um sentimento de saudade, culpa, remorso. Não gosto de sentir isso, vejo minhas amigas preocupadas com a mãe gripada, com a tia sem dar noticias, ou porque a avó está velhinha. Para mim, é tudo tão simples, sem desespero, sem pânico. É como se eu não tivesse sentimentos. .. Tenho um namorado, já reparei que sou assim com ele também, gosto muito de quem ele é, mas se ele chegar a faltar: tudo bem, não faz mal. Gosto bastante de minhas amigas, mas se elas faltassem também: não é o fim do mundo! Sinto que tenho mais apreço pelos desconhecidos, pelos velhos e crianças que vejo por aí na rua. .. É possível mudar isso?

4 Comentários

  • ana 11 de janeiro de 2018

    Vc é uma pessoa que vive na defensiva, portanto, construiu uma personalidade que te isola dos problemas, não quer ser envolver porque não quer sentir o que demandam desses encontros emocionais, as consequências. Percebe que com todos aqueles que em uma condição normal deveria haver elos emocionais mais fortes, são justamente aqueles que vc mais se distancia, justamente, pelo medo de sofrer muito pelas perdas, nesse caso, vc prefere se distanciar como forma de se proteger, mas sinto te dizer que um dia quando vc tiver um filho, não conseguirá mais ser dessa maneira, pois os sentimentos de amor e apego, entra pelos seus poros e vão direto para o seu coração. Será uma catarse completa na sua vida e a partir daí vai perceber que não vale a pena deixar de viver todos os sentimentos da vida, desde o amor e o apego como a dor e as perdas.

    Resposta
    • Anonimo 14 de janeiro de 2018

      nao fala bobeira isso é doença ela precisa se tratar … pela descrição dela tem algo errado sim .

  • pensador 14 de janeiro de 2018

    Moça isso é uma doença psicológica. Vc deveria urgentemente procurar ajuda.

    Tem pessoas que se mutilam ou se queimam para sentir algo. Não deixa chegar isso procure ajuda.

    Resposta
  • Anonimo 14 de janeiro de 2018

    Menina vai procurar ajuda isso é sintoma de psicopata não deixa evoluir! Moça vai atras de um psiquiatra ou psicologo logo!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *