Não quero ficar longe do meu filho

Estou namorando há um ano. E morando juntos há 4 meses. Tenho um filho de 4 anos que está morando com a minha avó desde que me mudei para cá. Eu não deixo nada faltar van escolar, alimentos e roupas. Não quero ficar longe do meu filho. O pai dele o abandonou e eu me viro sozinha desde então. Mas não quero ficar longe dele. Ele é parte de mim mas quando eu trago ele todos os sábados ele sempre quer ir embora. eu me sinto horrível. Sou uma mãe horrível. Não sei mais o que fazer. Estou muito mal.

5 comentários em “Não quero ficar longe do meu filho

  • amiga 31 de março de 2019

    Talvez o seu filho não queira ficar junto de você por conta do seu parceiro. Entrar em um relacionamento hoje em dia necessita de muita análise, entrar em um relacionamento tendo filhos requer mais análise ainda. Não tô querendo colocar pilha na sua cabeça, até mesmo pq seu relato foi muito superficial, mas pense direito.. No mais, tente conversar com seu filho e tenta aproximar o teu parceiro dele, mas só faça isso se tiver confiança total no seu parceiro.

    Resposta
  • decifrada 31 de março de 2019

    vc vai ter que se esforçar para o seu filho se adaptar com os seus cuidados , sendo cuidado pela bisavó é capaz do seu filho crescer mimado, e na idade que ele esta é melhor vc não esperar mais para ficar com seu ele, nessa idade a criança tbm costuma rejeitar a professora na escolinha, pois ela esta saindo da zona de conforto mas de qualquer jeito ela vai ter que frequentar as aulas então não tem jeito, se esforce para conquistar o seu filho, do jeito que vc fala parece que ficar com vc ou não é uma escolha dele, mas ele tem apenas 4 anos! pense bem e não se esqueça o seu marido é padastro e não o pai,

    Resposta
  • Ogaiht 31 de março de 2019

    Vc se afastou do seu filho. Natural ele não sentir o lugar como se fosse lar dele. Vc precisa mudar radicalmente sua forma de ver o mundo. Filho é prioridade. Não seu parceiro. Enquanto ele se sentir um estranho em seu lar, vc nunca o terá de volta.

    Resposta
  • Rose 31 de março de 2019

    Concordo. E por mais que ela queira ficar com o filho, coloca o marido em primeiro lugar.

    Resposta
  • Mirta 2 de abril de 2019

    Crianças criam hábitos de convivência e é óbvio que ela se sinta mais confortável no espaço que ela entende como sendo o seu lar, que no caso é a casa da sua avó. Quando ela a visita e vê um homem estranho ao lado da sua mãe, é natural que estranhe e rejeite a ideia de ficar junto, pois quer ficar aonde se sente segura e feliz. Esse seu namorado, provavelmente não conseguiu produzir empatia nessa criança e pode ter a certeza de que isso deveria lhe colocar em estado de atenção, pois crianças mesmo na sua inocência, tem uma percepção muito maior do que vc imagina. Eu fiquei viúva, ainda bem jovem, mas só após 1 ano cogitei a voltar a me relacionar, mas como sempre fui cuidadosa, só após 7 meses, apresentei o meu namorado para meu filho, mas ainda de forma bem gradual, sem demonstrar grandes intimidades, sem que me visse beijando ou abraçando. Os contatos mais próximos demoraram bastante tempo, mas foi necessário, para haver a confiança dos dois lados. Fique atenta com esse seu namorado, para saber se de fato é o cara certo para colocar na vida do seu filho.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *