Não consigo pedir a separação

Conheci meu marido estava com 17 anos, gostava de outro, mas acabei ficando com ele, namoramos por 2 anos ele sempre dizendo que iríamos nos casar. Quando fizemos 2 anos de namoro engravidei e aí me vi tendo que me casar aos 19 anos, já que meus pais não aceitaram essa gravidez. Quando minha filha já estava com 3 anos engravidei do meu segundo filho e foi nessa época que descobri uma traição do meu marido. Mas com tudo, uma filha pequena outro a caminho e sem trabalho, acabei deixando passar. O problema é que nunca esqueci isso. Com o passar do tempo, já voltando a trabalhar, comecei a perceber que não amava mais meu marido. Mas sem coragem e com medo do que os outros vão pensar fiquei acomodada. Não descobri mais nenhuma traição, hoje não tenho motivos para me separar, a não ser o fato de que não o amo mais. Tentei de tudo, mudamos de cidade, tivemos outra filha… Mas tudo foi inútil

2 Comentários

  • Maria 31 de janeiro de 2017

    A traição destrói muitas coisas e uma delas é o amor, na minha opinião se vc nao se separou com 1 filho, agora com 3 é mais difícil, mas analise ne a situação, pois é horrível viver sem esquecer algo que se machucou tanto e sem amor.

    Resposta
  • gold 31 de janeiro de 2017

    Sabendo que o seu relacionamento já estava caminhando em bases frágeis, acabou gerando mais filhos e agora vc fica em uma situação ainda mais delicada, pela dependência financeira também dos recursos dele, pois vc bem sabe que a pensão alimentícia que ele vai te fornecer por conta da separação é apenas uma % pequena do redimento dele, o que te obrigará a correr atrás de recursos que te garanta condições de sustentar seus filhos. Se vc pensa mesmo em se separar. comece a avaliar primeiro onde vc vai morar com seus filhos e se a casa em que vcs vivem tem como se vendida para dividir patrimônio (isso se foi comprada após a união, caso contrário vc não terá direito). Se vc não é mesmo feliz, tem mesmo que buscar o seu caminho, te desejo sorte.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *