Namoro e me apaixonei por uma garota de programa

Fui numa casa de prostituição e acabei me apaixonando pela moça com a qual tive relações amorosas no local. Uma semana depois, vi ela no supermercado perto da minha casa e percebi que alguma coisa estava errada, pois ela me olhou com um olhar diferente, parecendo meio interessada.
Depois disso, visitei essa casa mais algumas vezes e virei um cliente dela.
Passado alguns meses, percebi que estava apaixonado, e não era pela minha namorada, que até então não havia citado.
Gostaria de saber qual o opinião de vocês, se eu devo continuar com a mulher que eu não amo e seguir a vida normal ou me declarar para a pessoa que eu amo e trabalha como uma prostituta

Ler
Aventura com o cunhado

7 Comentários

  1. Você não ama mais a sua namorada. Você está traindo ela. Termine o namoro com ela numa boa. Você não deve estragar a vida da sua namorada. Não é justo fazer isso com ela. Não é justo destruir os sonhos dela.

  2. Para começar você é um safado sem vergonha, independente se ama sua esposa ou não é errado traição, é bíblico.

  3. Há muita fantasia com prostitutas e no seu caso não é raro homens terem como predileção por alguma que tenha “pegada”. Não tens o perfil de casar, queres é ter uma mulher para transas, meramente. Quando fui à uma Clinica e a recepcionista chamou o nome de uma senhora, pensei as novas gerações sabem que ela é mãe de um veterano jornalista, mas não que foi tirada da zona. Ai é aquela “loteria”: se você disser a ela que ama e ela ver a possibilidade de ter um teto, ser sustentada!

  4. Essa profissional do sexo vê muitas oportunidades com homens por dia, talvez muito mais ricos e bem sucedidos que vc, larga disso, se afaste dessa mulher e tente renovar o seu amor com sua namorada!

  5. Prostituta não se repete

    Você cometeu este erro fatal e agora está de quatro,vc está perdido

  6. pegue uma doença venéria passe para sua namorada e a condene para o resto da vida por causa de um imbecil egoísta que não sabe o que quer.

  7. Homens que buscam relacionamentos pessoais com prostitutas, tem que ser muito bem resolvidos, sabendo que é um investimento de alto risco de não funcionar. Você terá que lidar com uma sucessão de problemas, começando pela sua família, amigos, já que sempre terá pessoas te julgando pela escolha que realizou. Poderá enfrentar situações, de se deparar com seus ex clientes e ouvir abordagens indelicadas, quando a mesma estiver na sua presença, em algum ambiente social, pois afinal muitos homens não as enxergam com respeito, mas como um produto de uso. Se resolver assumi-la matrimonialmente, nem sempre poderá manter o seu padrão de gastos pessoais, pois a vaidade e consumo, faz parte do investimentos que elas fazem para atrair clientes e dificilmente você terá como romper com esses gastos para a sua manutenção, salvo se você for muito bem de grana e oferecer a ela o que precisa e se não conseguir fazê-lo, muito provavelmente ela irá retornar a antiga profissão, portanto, prepare o bolso. Tenho um vizinho que faz michê e namorava uma prostituta, ou seja, os dois eram da mesma profissão, porém ele não aguentou o ritmo de vida da sua namorada, pois nem sempre confiava que ela de fato separava sexo de envolvimento emocional, pois ela mantinha 1 cliente que eram bem assíduo e que proporcionava muito além do que ela cobrava de cachê, com viagens caríssimas e nem era tão abonado. E aí como saber se não era traição?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar