Moro com uma pessoa mas ainda amo meu ex namorado

A três anos atrás conheci um rapaz pela Internet, nos encontramos e de imediato surgiu uma química perfeita entre nós dois. Ele é indiano e eu sou brasileira. Namoramos por quatro meses e foi maravilhoso, mas como todo conto de fadas tem uma história triste, a minha não foi diferente. Tudo começou quando me mudei do Brasil para Portugal, fui casada e tive um filho, mas como meu ex marido me havia trocado por outra mulher, sofri muito e aprendi a não confiar em ninguém, fui viver com meu irmão para Portugal e só queria curtir, passear e namorar sem compromisso. Mas como eu me apaixonei por este indiano, eu tentei lutar contra isso, ficando com outra pessoa, saindo, trabalhando o máximo que podia e com isso eu fiquei separada dele por um tempo. Quando resolvi lutar por nosso amor, ele me disse que a família dele não me aceitaria e que devíamos levar nosso relacionamento sem ser sério, pois não podia me prometer nada. Até aí tudo bem sofri muito com isso pois não suportava a ideia de perdê-lo. Nesta altura fiquei desempregada e desesperada não sabia como pagar minhas contas. Foi quando meu amigo que trabalhava com esse meu namorado me apresentou um um rapaz que tinha um salão de beleza onde fui trabalhar . Nesse tempo meu irmão disse que ia ir para outro país e eu ia ficar sozinha. Fiquei apavorada por isso, foi quando meu chefe mostrou interesse por mim e disse que se eu o aceitasse cuidaria de mim e de meu filho. Contei para ele que estava separada do meu namorado indiano mas que o amava mesmo que ele não pudesse ficar comigo, ele disse que eu pensasse nisso e acabei indo morar com meu chefe. Mas eu ainda amo o meu ex-namorado e sei que ele me ama e sofre muito por isso. Já se vão três anos e eu o amo como no primeiro dia. Penso em me separar todo o tempo porque sou infeliz e me sinto incompleta. Mas trocaria se certeza pela dúvida pois posso nunca poder ficar junto com o meu amor
Por ele ser indiano a família é que escolhe a pessoa com quem ele deve casar. Me ajudem nessa decisão

2 Comentários

  • safirinha 30 de junho de 2014

    A família dele, do indiano, é quem escolhe. Portanto a escolha dele está feita e é pela família, não por você. Então nesse caso você não tem ‘como’ escolhê-lo. E para quê ficaria sozinha? O que ganharia?… De quê adianta não ser grata ao seu companheiro agora e não tentar amá-lo com respeito? Ele a acolheu. Respeite isso e pare de sonhar com ‘indianos impossiveis’.

    Resposta
  • suelen 1 de julho de 2014

    amiga japassei por isso nao vale a pena o q cura um amor perdido e um outro amor q te queira bem nao sofra mais querida aruume outra pessoa e seja feliz

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *