Minha namorada não quer trabalhar e reclama que os serviços de casa cansam demais

Tenho 26 anos e namoro uma garota que tem 29 anos há quase 4 anos.
Nós dois temos graduação, sou engenheiro e ela pedagoga.
Os problemas aconteceram quando ela largou o emprego (porque segundo ela era muito estressante e ganhava pouco) e resolveu morar comigo. Isso já no começo do segundo ano de relacionamento. Até hoje sou eu que arco com as contas (sendo que estou desempregado faz 1 ano), minha família ajuda também e acho que pelo menos a família dela podia ajudar com os gastos dela.
No momento estou estudando para concurso público. Eu incentivo ela a procurar emprego ou estudar para concurso (até comprei o material para ela), mas ela só fica no instagram, facebook, etc. Ela prefere fazer os serviços de casa, mas eu também ajudo em algumas partes. O pior é que ela só fala em casamento e ter filhos e eu só caso se tiver estável.
Já briguei várias vezes com ela desde que ela ficou desempregada, mas parece que nada adianta porque ela sempre volta à zona de conforto dela.
Não sei mais o que fazer.

Etiquetas
não quer trabalhar

9 Comentários

  1. Barril! Cê está lascado. Pelo que falou essa mulher quer viver encostada. Você virou o INSS dela. Melhor só que mal acompanhado.

  2. Sua namorada é uma encostada, tipo de mulher que quer se bancada, além de ser bem preguiçosa, trabalhar ninguém gosta nem limpar a casa, mas é preciso, eu sou grata a Deus por ter uma casa para limpar e por ter um emprego ganho pouco mas o pouco já me ajuda é estressante sim, mas é bem melhor que ficar desempregada. Sua namorada não é uma mulher para construir uma vida avaliei bem antes de casar e tome cuidados para não engravidar.

  3. Sinceramente eu acho que você entrou em uma barca furada, pois você está se relacionando uma mulher que quer se encostar em você. Se você for casar e ter filhos, pode assinar embaixo que será para ela uma aposentadoria precoce, pois cada hora ela arrumará uma desculpinha diferente para não se movimentar em uma vida produtiva. No começo será os filhos, depois que crescerem, será o seu afastamento do mercado de trabalho, uma vez que os empregadores tem por tendência apenas eleger os candidatos, que mantém uma continuidade de carreira, depois será a falta de uma especialização e por aí vai.. Você tem razão quanto a sua reclamação, pois você não é o pai dela para ficar pagando suas contas. Acho que você vai ter que ter uma conversa séria com ela e se a mesma não se alinhar as necessidades da relação, acho que você deveria pensar em arrumar outra mulher. Pense que no futuro, todas as responsabilidades financeiras, ficará sobre seus ombros, você não terá direito de ficar doente, desempregado, caso contrário a casa desmorona e seus futuros filhos ficarão desamparados. Casais inteligentes se somam e lutam ombro a ombro, cada qual oferecendo os seus rendimentos para construir alicerces muito mais sólidos de uma família. Se ela quer ter filhos, pense apenas quanto é o custo de uma formação, já que você são graduados e o quanto o mercado de trabalho é exigente.

  4. Eh acho que casamento e isso, o casal tem que dividir tudo, as despesas e as tarefas domesticas(alem de outras coisas), pois não adianta você querer que ela arrume um emprego para vocês dividirem as contas se você não ajuda nas tarefas domesticas. Pois se ela também tem que trabalhar para sustentar a casa, ela também não tem que arrumar a casa sozinha. Na hora de dividir as contas todo homem acha certo, mas dividir tarefas eles caem fora.

  5. Na saúde na doença, na alegria e na tristeza .não são palavras soltas .
    Ela está com sintomas de depressão .acompanhamento médico é fundamental.

  6. Primeiro: Você também não trabalha.
    Segundo: A sua família AINDA te ajuda, mesmo tendo 26 anos.

    Desculpe, olhe para o espelho. Você também está numa bela de uma zona de conforto!

    Nessa situação, você não está preparado para estar em um relacionamento sério/morando com alguém.

  7. Pelo visto ela quer ser dona de casa e você não gosta de mulher em casa ou de sustentar mulher, conversa com ela direitinho sobre isso, tenta resolver, se não tiver jeito separa.

  8. Aparentemente ela gosta dessa vida de dona de casa, tem homem que gosta disso e talvez você tenha por algum tempo passado a impressao errada que gosta dela em casa, ms em todo caso tente conversar novamente, ver o que ela quer fazer da vida e deixar claro que ela precisa trabalhar, e que você só vai casar depois de estarem estabilizados. Talvez ela tenha se frustrado com a profissao de pedagoga, que bem sabemos é muito estressante e paga muito pouco, trabalhar em escolas não e a unica linha de um formado em pedaogia, areas como RH, Hospitalar também contratam pedagogos, você também pode perguntar se ela não quer cursar uma outra graduacao e mudar de profissao, quem sabe seja isso, e ela arrume um trabalho para pagar essa nova graduacao e te ajudar com as finanças de casa tb.

  9. Acredito que a melhor opção, nesse caso, é voltem para a casa dos pais, já que nenhum tem condições de se sustentar sozinho. Podem inclusive continuar namorando.
    Por outro lado, parece-me que a divisão de tarefas está muito distribuída: ele estuda e ela trabalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar