Meus amigos e minha namorada me tratam como se eu não sentisse nada

desabafos de problemas na vida e no dia a dia

Meus amigos e minha namorada me tratam como se eu não sentisse nada. Pensam que sou uma rocha. Queria que eles percebessem que quando me sou grosso, me afasto e me calo é porque estou triste e magoado. Queria que a minha namorada me desse a mesma atenção que sou a ela. É doloroso sentir que ela não me conhece. Imagino que alguém vai pensar que eu deveria me expressar melhor, mas eu não sei mais o que fazer eles simplesmente acham que sou inabalável e que não preciso de ninguém e o pior e que eu nunca tentei passar essa imagem de homem forte. Tenho mil e uma inseguranças mas ninguém vê, nem as pessoas que eu julgo importante.

10 COMENTÁRIOS

  1. ”Imagino que alguém vai pensar que eu deveria me expressar melhor, mas eu não sei mais o que fazer”, converse com eles ao invés de ficar quieto, se eles não notaram nenhuma discrepância de comportamento é porque você não demonstra, o que você tem que fazer é simplesmente dizer o que você sente, se está chateado converse sobre isso, fale que está chateado, é assim que funciona.

  2. Existe um pensamento que diz: “O individualismo é o amigo da solidão, mas ambos fecham uma porta para felicidade”.
    Na minha opinião, essas pessoas com as quais você convive apenas estão interessadas nos seus próprios interesses e não querem enxergar além do seu próprio egoísmo. Nessas condições, acho o ideal é você expandir os seus núcleos de amizades, encontrar pessoas que também saibam se doar de forma positiva, equilibrada e que te valorize, assim como respeite as suas necessidades de correspondência das atenções. Quanto é essa sua namorada, procure equilibrar os lados da relação, para que a mesma também saiba como te agradar, pois relacionamentos são trocas, portanto as ações não podem ocorrer de forma unilateral. Valorize-se.

    • Cada lado tem que dar as suas próprias respostas atitudinais, para valer a pena às relações. Se ele construiu muros, mesmo que de forma não intencional, ele terá que trabalhar em si a forma correta de alcançar as pessoas, desde que essas mereçam seus esforços, por valerem a pena. De nada adianta acender vela para defunto ruim. O individualismo faz parte do ser humano, mas as barreiras são rompidas, a medida que as pessoas te respeitem e valorizem.

  3. Não sei se conhece o Desabafa mas é assim que os desabafos são por aqui (ou até pior), então não ataque os que aqui desabafam com o intuito de ridicularizar sua situação, e sim clareie suas mentes dando boas soluções.

  4. Não entendo a necessidade da pessoa ser tão agressiva em suas respostas.
    Em todos os comentários é a mesma coisa,julga as pessoas, as rotula de vitimistas,as acusa de praticar coitadismo,tentando inferiorizar e invalidar as dúvidas e desabafos dos outros.
    Aliás,isso só deixa claro o quanto a própria pessoa precisa urgentemente de ajuda.
    Vomitar sincericídio pra todos os lados como uma metralhadora giratória ,atingindo a tudo e a todos,não ajuda ninguém.
    Que pessoa vazia.

  5. Pra você Manuela,eu tenho uma excelente receita:”NÃO MEÇA A VIDA DO OUTRO COM A SUA RÉGUA!”
    Todas as vezes que você julga alguém,você não define o caráter dela,mas o seu.Cada vez que você julga alguém,você revela uma parte de você que precisa de cura.

    O vitimismo,o coitadismo,a dramaticidade que você enxerga nos desabafos dos outros,é apenas reflexo de sua própria mentalidade.

    Quando você buscar ajuda e se curar,aí sim,estará apta a tentar ajudar os outros.
    Autoconhecimento e humildade,podem mudar sua vida.Experimente
    Abraços.

  6. Nós vivemos numa era marcada por um grande individualismo melhor seria dizer egoísmo . Nos dias de hoje, as pessoas estão centradas nelas próprias, nos seus próprios interesses e objectivos e não enxergam nada para além do seu umbigo. É um tendência da nossa sociedade não há como escapar. As pessoas muitas das vezes não se dão ao trabalho de conhecer a verdadeira essência de uma pessoa. No seu caso ,eu concordo com o comentário da Cleide quando diz que você involuntariamente criou muros à sua volta e só você pode derruba-los. Mostrar fragilidade e vulnerabilidade não é sinal de fraqueza. Permita- se que os outros o vejam como você verdadeiramente é.

  7. Sabia que iria dissimular seus sentimentos em argumentos improcedentes com uma pitada de prepotência e arrogância, não esperaria outra coisa vinda de você, tente trabalhar isso, Manuela, quem sabe um dia eu te dou um pouco de moral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here