Meu marido passa a vida a dizer que tenho que voltar a trabalhar

desabafos de problemas no casamento

Meu marido sempre se achou o dono da razão, muito autoritário e ignorante nos momentos de discussão, temos um filho de 2 anos e desde o nascimento dele resolvi sair do trabalho para me dedicar a maternidade, a decisão de sair do trabalho foi em comum acordo com meu marido, de uns tempos para cá toda a oportunidade que ele tem ele joga na minha cara que não responsabilidade sobre mim, que tenho que voltar a trabalhar, que o filho já tem 2 anos e que já é hora de voltar. Eu estou procurando emprego novamente mas o mercado está saturado, ele até entende, mas faz cobranças constantes. toda discussão é sempre desgastante, muitos insultos e xingamentos, tenho vontade de desistir mas até para eu me separar preciso estar estabilizada financeiramente primeiro.

6 COMENTÁRIOS

  1. Há um ditado que diz “casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão “. Essas cobranças constantes em arranjar um emprego estão provavelmente relacionadas com problemas financeiros que vocês estão a passar no momento. Mas isso não dá o direito ao seu esposo de lhe estar sempre a atirar a cara o facto de estar desempregada, pois você está desempregada não é porque quer mas porque não consegue arranjar um emprego. A situação para si ,é por si só humilhante. Casamento é parceria, companheirismo nos bons e maus momentos. E se fosse ao contrário se fosse ele que tivesse desempregado? Aliás, nos dias de hoje as situações no mundo laboral não são irreversíveis, amanhã ele pode não ter trabalho e você pode estar a sustentar a casa. Converse com ele e faça-o entender que tem que respeitar você, pois você é mulher dele e mãe do filho dele e não é nenhuma vadia que ele encontrou na rua. É nesse ambiente de desrespeito constante pela mãe da filha dele que ele pretende criar e educar o filho? É nesse ambiente hostil que ele pretende construir uma família? Te desejo boa sorte.

  2. Minha filha, se conselho fosse bom….mas lá vai: nunca pare de tentar voltar ao mercado profissional. Ainda que aos poucos, continue tentando! Um mulher que é dependente financeiramente do marido tem que engolir muito sapo e com o passar dos anos as coisas pioram. E se ele revolver te deixar, quem vai te sustentar? A obrigação dele é com a criança!! Seja uma garota esperta, não desista de voltar a trabalhar. Nem que o começo seja só de “bicos”. Aos poucos as coisas vão se ajeitando e vc não se arrependerá. Escute a voz da experiência….

  3. Casais inteligentes crescem juntos, de forma que se vc somar os rendimentos do seu trabalho, com a do seu marido, poderão oferecer para o seu filho um futuro melhor. Uma criança de 2 anos quase não empreende gastos, mas quando estiver próximo da fase da adolescência, se não tiverem recursos para garantir uma boa formação, investindo em cursos, oferecendo todo o suporte necessário para ele ter condições de concorrer as melhores vagas das faculdades públicas ou particulares, investir em cursos de idiomas, em tecnologia e em todos os demais cursos que o auxiliarão a melhorar a sua competitividade para entrar no mercado de trabalho, você estará prejudicando e dificultando a vida do seu filho, se não puder contar com o seu apoio financeiro.
    Outros detalhe, não existe casamentos que ofereçam prazos de validade e nem garantias de que vai funcionar para sempre, de forma que é importantíssimo você ter a sua própria fonte de renda, para ter um melhor suporte, se tiver que algum dia passar por uma separação. Viver só com dinheiro de pensão, só dá certo para quem foi casado com homem muito rico, mas se ele for um assalariado, a situação complica muito para o lado de uma mulher dependente, pois em 90% dos casos dificilmente a mulher vai conseguir sobreviver sem trabalhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here