Problemas no Casamento

Meu marido parece meu colega de quarto

Tenho 33 anos e sou casada há 5 anos.
Casada no papel, porque não me considero casada.
Meu marido não me beija, não me abraça. Quando transamos é sempre do mesmo jeito, e não dura nem 2 minutos, por ejaculação precoce.
O meu relógio biológico está me pedindo para ser mãe e entrei num tratamento doloroso e quando chega o dia de transarmos de acordo com os conselhos médicos, ele simplesmente não tem um pingo de vontade.
Não quero me divorciar, por questões religiosas e familiares. Mas não sei mais o que fazer.

Etiquetas
ejaculação precoce

5 Comentários

  1. Vc está convivendo com um marido que não tem motivação alguma de praticar sexo com vc,, sabe que o seu relacionamento está completamente disfuncional e ainda assim quer mantê-lo por motivos religiosos e familiares. É perceptível que a comunicação entre vocês. não abrange assuntos mais delicados, o que também não os faz serem íntimos a ponto de poderem tentar encontrar as melhores soluções para o que não estão satisfeitos e o que cada lado poderia entregar, para justificar ficarem juntos. Vc já esteve com seu marido, em algum Urologista, em um terapeuta sexual, para saber se de fato o problema dele é o de ejaculação precoce ou se existe algum outro que ele não se abre com vc,, até mesmo relacionado a sua questão da orientação sexual, pois tem muitos religiosos que se negam serem gays, por vergonha, por motivos religiosos e familiares e passam a viver um estilo de vida de hétero, mas quando o assunto envolve sexo, não conseguem performar adequadamente com uma mulher? É apenas mais uma hipótese a ser analisada, pois como vc está forçando a barra de ter um filho, sabendo o quanto está estranha e errada a sua relação, a menos consiga antes descobrir a real, para vc se posicionar melhor sobre o que pode esperar dessa união. Pode até ser que vcs entrem em um comum acordo, de encerrar o sexo e viverem na castidade, o que é bem melhor do que fazer algo forçado.

  2. Esqueça a religião e faça o que é melhor pra você. Nenhum pastor ou irmão da igreja vive sua vida e nem sofre no seu lugar. Casamento de aparências só vai trazer mais infelicidade . Separe segue a vida. Você é nova pra jogar sua vida fora .

    1. Necessário é conversar, ser sincero um para o outro, saber dele o que sente e você expressar pra ele o que sente, hoje em dia todos pensam que devem ser feliz, mas o que realmente é felicidade? Ser casal é isso, passar por momentos difíceis e buscar supera-los, mas é necessário confiança. Busque a resposta em Deus, o caminho é esse. Descubra o que pode ser mudado em você pra que a convivência seja mais afetuosa, demonstre pra ele que você é esposa, que ele pode confiar em você, mas acima de tudo, não deixe de fazer a vontade de Deus. O sexo é natural e é pra ser vivido pelo casal, gera vida, não é errado sentir prazer, se conheçam, descubram-se como casal, você é pra ele e ele é pra você. Respeitem-se e amem-se. Lute pelo q é seu.

    2. Felicidade é uma construção interior, que depende da sua predisposição para promover as mudanças necessárias, para te elevar a um melhor estado emocional. Quem fica hibernando na redoma da infelicidade, sempre vivendo os mesmos problemas, sem procurar soluções, o resultado é a depressão, a baixa estima, a descrença pela vida. Essa mulher vive em um relacionamento abusivo e que não se diferencia muito da realidade de algumas mulheres Africanas, cujo clítoris é mutilado, apenas para serem vetores de gerar prazer e não os receber. Esse sujeito, não discute aspectos da sua intimidade com sua esposa, não busca ajuda para tratar da sua ejaculação precoce, transa com ela em 2 minutos, não tem como uma mulher jovem, suportar algo dessa natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar