Meu esforço escorrendo por entre meus dedos

Tenho 30 anos, sou formada, filha única e voltei a morar com a minha depois que me separar de meu marido, não tinha e ainda não tenho condições de morar sozinha. Passei em uma universidade federal e pretendo fazer uma segunda graduação, o problema é que a vaga que consegui é para o turno da noite e minha mãe não quer eu curse porque tem medo de eu voltar para casa de noite. Ela chora, me ofende, me chama de inconsequente, diz que não tenho noção de perigo, quem ninguém age como eu. ..
Não sei mais o que fazer. ..
Batalhei tanto para entrar em uma universidade federal, fiz 7 vestibulares e agora vejo meu sonho e meu esforço escorrendo por entre meus dedos. ..
Minha mãe disse que se eu insistir em estudar de noite, pode dar um infarto nela porque ela está muito nervosa. ..
Não sei mais lidar com a situação, meu sonho está virando meu inferno. ..
Alguém pode me ajudar, por favor!?!

3 Comentários

  1. Toda cidade é perigosa à noite, por isso esse medo dela.
    Você poderia voltar de táxi para casa? Seria menos perigoso.
    Sua mãe por medo de algo ruim acontecer com você resolveu fazer chantagem emocional.
    Se você não tem medo de estudar à noite então não ceda a chantagem da sua mãe.

  2. Só você saberá o sabor amargo que terá que conviver por ter desistido do seu sonho. Tanto filho fazendo burrada por aí. Imagine quantos pais não oram por uma filha como vc. Sua mãe deve rever o conceito de “inconsequente”. Pelo menos quanto a isso você não é! Claro que é natural a preocupação dela pois a violência cresce a cada dia no país. Mas a gente não pode deixar as obrigações de lado e ficar dentro de casa por causa do medo de ser assaltado, morto,estuprado etc. Temos que trabalhar,estudar etc. No meu entender, pelo menos em parte, sua mãe está sendo egoísta pois está apenas colocando os “nervos” dela em primeiro lugar. E vc? E o seu sonho? E tudo o que você passou para conquistá-lo não tem importância? Ela quer que você fique pelos cantos triste e frustrada por tê-lo abandonado? Seria bom você pedir ajuda a alguém: um familiar próximo em que ela confie, um amigo, enfim.uma pessoa que reforce junto com você a ideia de que não é preciso tanta preocupação, que seu sonho é muito importante para você e que você tomará todos os cuidados para evitar possíveis situações de risco. Ainda que contrariada, com o tempo ela irá compreender a importância disso para você e juntas vocês superarão isso. Vá fazer a matrícula!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar