Liberei a minha esposa

Após alguns anos de casamento e já com três filhos é que consegui convencer a minha mulher a fazer amor com outro homem. Como ela não o conseguia fazer com um desconhecido, a única opção que me restava foi convidar um casal de amigos que estava recetivo, principalmente ele que desde hà algum tempo manifestava muita simpatia pela minha mulher. O facto de ser um casal criou-me um problema porque eu só desejava ser voyeur e não me envolver com a mulher do meu amigo.
Quando iniciámos este envolvimento dos casais, a minha mulher tudo fazia para me agradar e tive a nítida sensação de que não estava suficientemente liberta para usufruir do máximo prazer que o nosso amigo lhe podia proporcionar e eu não estava a lidar com a situação da melhor maneira pois tinha um misto de prazer e ciúmes ainda mal resolvidos. Da parte do nosso amigo o facto de não a conhecer sexualmente e não estar coordenado com o seu corpo, dificultava-lhe o desempenho o que o levava a precipitar-se nos preliminares ( certamente pela vivência e cumplicidade sexual de anos com a mulher dele). Da parte da minha mulher, que compreendia a inabilidade inicial do nosso amigo, também não se conseguia entregar totalmente por se sentir pressionada por mim.
Quando teve consciência de que não poderia restringir-se a ser um mero objeto de prazer do marido, disse-me que para se manter envolvida sexualmente com o nosso amigo teria de o fazer sem preconceitos e liberta de qualquer tipo de pressões da minha parte.
Compreendi que a minha mulher não era um objeto meu e que eu teria de aceitar a sua identidade sexual se queria levar avante a realização da minha fantasia. Deste nosso entendimento resultou que a relação sexual e emocional da minha mulher com o nosso amigo foi tão envolvente que durante anos eles desejavam-se intensamente e ela obtinha orgasmos fenomenais. Sempre que eles terminavam e que ele se vinha, a minha mulher vinha ter comigo e fazíamos amor ainda com o sémen dele dentro dela o que me dava um gozo enorme. Durante os anos que mantivemos este relacionamento houve alturas em que eu me sentia um pouco angustiado e com alguns ciúmes mas o desejo e o prazer de a ver possuída por outro homem era superior a tudo o resto.
O Facto de eu evitar fazer amor com a nossa amiga levou a que terminássemos esta relação apesar de ainda hoje sermos amigos.

4 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Luís
6 months ago

dei continuidade a este desabafo com êxito mas não aparece. Gostaria de saber porquê?

Jbgg
4 months ago

hj em dia Cara não é muito difícil convencè-las a isso..

Gakyusha
4 months ago

Relatos de um Portuga! Pretende realizar essa fantasia novamente com a esposa?

Filosófico
2 months ago

Afinal de contas, qual era a deles: perto ou longe de ti? Menage presencial ou sequencial ?
Se os dois curtiram tanto um ao outro; e você também, porque terminaram ? Foi a esposa dele ?