Infeliz preso no armário

Tenho 19 anos e minha vida está relativamente tranquila (vivo bem com a família, tenho uma vida social razoável e estou prestes a entrar na faculdade para o curso que eu quero), exceto por um motivo: estou `preso´ no armário e não vejo saída.
Há pouco mais de um ano, aceitei definitivamente para mim mesmo que sou gay. Antes disso, fiquei com diversas mulheres, pensando que conseguiria esquecer a minha homossexualidade. Me aceitar e entender que sinto atração somente por homens já foi um grande passo dado, mas sinto que ainda há um longo caminho a ser percorrido.
Nada parece ser suficiente para me deixar 100% feliz ou realizado, uma vez que preciso fingir ser hétero para todos ao meu redor. Essa ´´máscara que preciso vestir todos os dias“ está me deixando a cada dia pior. Não poder ser quem eu sou de verdade, e escutar piadinhas homofóbicas no meu próprio ciclo de amizades (sendo obrigado a fingir que achei graça) são coisas que têm me corroído até a alma.
Vivo nesse impasse: infeliz por estar no armário, sem coragem nem vontade de contar à minha família e amigos (que certamente passariam a me odiar) e vivendo em meio a uma grande mentira; ao mesmo tempo, sei que as coisas não podem continuar como estão.
Por vezes me pergunto se vale a pena viver escondendo meus sentimentos e desejos. Sonho com o dia em que vou ficar com um homem pela primeira vez.
Até o momento, a única pessoa que sabe que eu sou gay é um amigo também homossexual.
Não sei o que fazer da minha vida. Não tenho ideia de qual deva ser o próximo passo do caminho, ou em qual direção seguir a partir de agora.

Etiquetas
infeliz
0 0 votar
Avaliar Desabafo
6 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Yo
5 years ago

Meu caro, sexualidade é parte da vida, mas não é a única. Situe seu pensamento além, aprimore seus dons ao máximo, coloque-se acima do pensamento vulgar, sem se sentir melhor. Sinta que a homossexualidade não precisa ser espalhafatosa e que as fantasias sexuais não se realizam por completo. Não se reprima, mas não se exponha. Sinta-se mais que isso tudo, estude, trabalhe e o mais a vida trará.

Daniel19
5 years ago

Olá amigo, eu identifiquei me um pouco com o seu desabafo, pois passo pelo o mesmo mas não estou tão dentro do armário assim, só mesmo com a minha familía e alguns conhecidos. Eu acho que você não tem que sair do armário para ser mais feliz, pois ninguém tem nada a ver com a sua vida pessoal, só conte para quem tem confiança e tente conheçer mais garotos homosexuais.

Daniel19
5 years ago

. Se você esta com medo que alguém desconfie de voce, para com isso e deixe o medo em casa, e vai ser feliz, mesmo que as pessoas desconfiem elas nunca vão saber, pois só vao saber se você disser, e se alguém souber e não aceitar e porque não são seus amigos, você não esta vivendo sua vida com o medo do que os outros vao pensar de voce, deixe de agradar e faça algo para agradar a você mesmo :D

Werther
5 years ago

No seu lugar, eu viveria minha vida, ficaria com algum homem se aparecesse, mas não ligaria dos outros saberem, quem tem que saber é você.
E outra: afaste-se desse ciclo de amizades homofóbico, você não é obrigado a ouvir piadas a seu respeito e se sentir mal. Continue conversando, mas não ande mais junto. Logo logo conhecerá amizades parecidas com você ou que não têm preconceito.

Werther
5 years ago

E outra: enquanto não puder sair de casa, não fale nada que vá tornar sua vida insuportável, ou seja, não fale da sua sexualidade. Fique na sua, estudando, se perguntarem de relacionamento, diga que está focado nos estudos e não pensa em compromisso.
Até você poder se sustentar, infelizmente terá que se conter, deixar de fazer muita coisa que sua família não aceita a fim de conviver melhor.

steph
5 years ago

Primeiro conte para os seus pais, você já tem 19 anos já sabe bem o que quer da vida, segundo se os seus amigos são verdadeiros eles vão te aceitar do jeito que é, e a primeira que ouvir uma dessas piadinhas imponha-se sejam amigos ou não nunca se deve deixar abusar. Boa sorte para tua vida

Botão Voltar ao topo