Homosexualidade

Sou homosexual, e tenho namorado e não tenho problemas nenhuns com a minha homosexualidade.
Estou muito convicto do que quero, e principalmente do que sou, já me cheguei a achar de bissexual, mas, aprendi com o tempo, que rapariga para mim, não me é sinonimo de atracão nenhuma, muito menos qualquer tipo de relação, só de amizade, nunca consegui sentir mais.
Digo com muita sinceridade, estou ansioso porque possa sair daquela escola. Na minha escola, sou assumido como bissexual, e com a minha mãe também. Não digo que estou farto, porque de certa forma até me dá gozo, tanta frustração da parte das pessoas, e tamanho cinismo pelo facto de não ser heterosexual. É que naquela escola, todos querem passar por cima de todos, todos se pisam uns aos outros para conseguirem e atingir os seus objectivos, e nada mais importa a não ser, satisfazerem-se a si próprios. Eu tenho o meu estilo definido, e não tenho tiques nenhuns, nem sou nenhuma bicha, nem nada do que poderão estar pensando. Hoje por exemplo, fui para a escola com umas calças vermelhas, dei mais nas vistas. Por onde passava só ouvia comentários ridículos, como por exemplo, “é mesmo gay !”, “Maricas de …” e afins…
Porque naquela escola, para se considerar homem, definem um próprio estilo, uma característica comum. Eu nunca fui o que quisessem que fosse, sempre fui muito “EU”. E sempre fui pela diferença, não monotonia. Todos os rapazes, vestem-se da mesma forma, são “Gangsters” tem esse estilo. Eu não sou assim, nunca o fui com ninguém. sempre me quis diferenciar.
Aqui penso que não se aplica o caso da minha sexualidade, mas sim, a forma e modo de como me visto, ser muito criticada e não-aceite, pela “Sociedade” que me rodeia. Eu sempre ignorei, e, quando me chamam essas coisas, simplesmente, dá me vontade de rir. LOL! Penso que, o pior que se pode fazer, é dar o desprezo e o sentimento de pena. (De tamanha frustração!)
A Ajuda que vos peço, é se deverei continuar a seguir, se deverei seguir bem convicto do que quero, e, continuar a ignorar, Deverei impor-me e começar a responder, ou, o que acham ?

Ler  Gosto do cheiro a chulé

Ps: A melhor forma de compreendermos os outros, é sempre por-nos no lugar deles :)

Um Comentário

  • Nuk 19 de dezembro de 2012

    Meu prezado amigo!

    O que tenho a lhe falar é o seguinte. Se você já é assumido na sua escola, já é meio caminho andado.

    Seja você mesmo, se vista para agradar a si próprio, sem se preocupar com a opinião alheia. A maioria sempre perseguirá a minoria que não pense como eles. É assim com os negros, com os nordestinos (falando de Brasil) etc, e não seria diferente com os homossexuais. Ignore simplesmente as piadinhas e verás que, eles não conseguindo te irritar cansarão e te deixarão em paz. A indiferença incomoda. Seja você, seja autêntico.

    Um abraço do lado de cá do Atlântico.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *