Fria como gelo

Já me apaixonei, já senti borboletas no estômago e tudo, mas hoje não sinto mais nada.
Meus amigos me elogiam me chamando de coração de gelo, porque sou a única da turma que não se apaixona há um booooooooom tempo, mas o que eles não sabem é que, na verdade, eu queria me apaixonar. Quando isso acontecia eu me sentia a maior boba, mas ao menos eu sentia. “SENTIR É MELHOR DO QUE NADA”
Há um tempo atrás eu conheci um garoto legal, atencioso, que me entendia, me fazia bem e a gente “ficava”. Num belo dia ele me pediu em namoro e eu usei o clássico “não é você, sou eu” e nunca mais nos vimos. E até hoje eu penso ” porque diabos eu não disse sim” “qual o meu problema?!”

Etiquetas
fria
0 0 votar
Avaliar Desabafo
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ana
2 years ago

A sua posição defensiva em relação ao amor, ocorre pela sua necessidade de ficar com o controle da situação. Tem pessoas que querem demonstrar a sua força de dominação, pelo controle dos sentimentos, ou seja, levantam fronteiras para dificultar o acesso a elas, como uma forma de proteção, pois tem o receio de se sentir vulneráveis, porém ao mesmo tempo sentem-se solitárias e carentes de afetividade, já que qualquer ser humano deseja ser amado. O que você precisa fazer é baixar um pouco a sua guarda, mas conhecendo melhor a quem oferecer o melhor de você e tentar confiar um pouquinho mais nessa pessoa. Decepções fazem parte da vida e se porventura algum dia você passar por essa experiência, isso a ajudará a rever seus passos, a crescer com essa experiência, pois os riscos existem, assim como as soluções para as mudanças. Não tenha medo de se arriscar um pouquinho, deveria ter dito sim para o garoto, mesmo que fosse para umas poucas ficadas, sem consequências maiores, o que é melhor do que ficar conversando com seu travesseiro, imaginando o que perdeu. MAS NUNCA DEIXE DE TER JUÍZO E FAZER SE RESPEITAR.

Eu mesma
2 years ago

Sei bem como é se sentir assim. Com o passar do tempo, a gente começa a se questionar sobre nossa capacidade de se entregar aos sentimentos novamente. Mas as decepções também fazem parte da vida e nos ajudam a crescer. Quem não gosta de sentir aquelas famosas “borboletas no estômago”? No fundo, todos queremos amar e ser amados. O amor é um sentimento divino, mas somente pode ser sentindo e ofertado por poucos. O que muitos acham é que “amam” de verdade, mas não passa de uma ilusão do amor. Fora esses conflitos, existe o fato que, hoje em dia, está difícil encontrar uma pessoa por quem valha a pena entregar o coração. As pessoas estão mais vazias, materialistas e imediatistas (querem logo transar antes de conhecer a pessoa). Eu sei que não é fácil se manter assim, mas você não deve se entregar seu coração para primeira pessoa que aparece para você e diz umas três palavras bonitas. Se vc, na época, disse que não podia namorar é porque, no fundo, você sabia que não ía se entregar completamente por conta da sua dificuldade. É melhor ser sincera do que fazer o outro de “muleta” e ver no que vai dar. Seria até um desrespeito com ele. Não fique se martirizando tanto por conta disso. Guarde o seu tesouro precioso e, quando parecer alguém por quem ele bata mais forte e que você sinta que vale a pena tentar, você vai. Não seja como a maioria; ela não serve de exemplo..

Botão Voltar ao topo