Fim do casamento

Oi, estou precisando muito de conselhos para decidir o que fazer de minha vida.
Eu conheci o meu marido em 2007, em uma viagem de trabalho, trabalhamos na mesma área, vivemos uma linda história de amor, ficamos muito apaixonados e tudo entre nós dois era de perfeita sintonia. Porém, na época ele era casado, e a mulher dele acabou descobrindo. Ele disse que ia se separar, e na época eu me mudei para São Paulo, pois tinha recebido uma ótima oferta de emprego, só que o tempo foi passando e ele começou a me dizer que não queria mais se separar, que amava ela. Enfim, ele dizia isso, mas não parava de me procurar, eu várias vezes pedi para ele parar com isso, me deixar viver minha vida, com muita dor no coração.
O fato é que depois de uns 6 meses, ele se separou, e algum tempo depois fomos morar juntos.
Na época ele me fez sofrer muito, dizia que um dia iria corresponder o meu amor, chegava em casa de madrugada, foi uma época muito difícil. Depois de um tempo, lá por 2010, finalmente nos acertamos, começamos a viver bem, a construir coisas juntos.
Eu finalmente estava feliz, porque ele sempre foi muito perfeito para mim.
Acontece que desde o ano passado, nossa relação esfriou, parece que todas as coisas do passado começaram a voltar, e eu comecei a questionar tudo.
O companheirismo, o amor, a sintonia, é muito grande entre nós dois, porém, o sexo não existe mais.
Ele não consegue me satisfazer na cama, quando fazemos, muitas vezes, parece que ele só se preocupa com o prazer dele, e ele também passou a ter ejaculação precoce. Sabe, eu falo, e parece que ele não escuta, não toma atitude.
E isso me frustra muito, porque eu quero que ele chegue em casa depois do trabalho, e que me deseje, que me beije com tesão.
Ontem mesmo, ele chegou do trabalho, me deu um beijo, viu que eu estava triste e foi para o quarto jogar vídeo-game. Depois conversamos, eu chorei muito, e quando fomos dormir, ele quis transar comigo, somente para o prazer dele.
E isso tudo está me enlouquecendo.
Eu já disse para ele o quanto estou infeliz, e que apesar de todo o sentimento que tenho por ele, eu preciso me satisfazer sexualmente.
Ele diz que me ama, que eu sou a vida dele, e que esse problema da ejaculação precoce está na cabeça dele.
Gente, o que eu faço? Será que dá para resolver isso? Ou quando o casamento cai nessa fase, não tem mais jeito?

5 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
safirinha
8 years ago

Terapia de casal. Se nem isso funcionar, então a coisa ficou irremediável.

Lya
8 years ago

Acho que tem jeito sim. Mas para isso você precisa se valorizar, não só fisicamente, cuidando de si mesma, mas também ser mais independente, se cuide por você e para vc. Ele não está te dando prazer? Dê prazer a si mesma, e quando ele quiser fazer sexo busque principalmente o seu prazer, se não conseguir, faça como ele, não dê importância e vá se satisfazer sozinha onde queira, já que ele não faz nada.

Lya
8 years ago

Ele vai começar a perceber que você está auto confiante, mais bonita, mais ousada e começar a te dar valor. Ele vai querer te satisfazer sexualmente para que você não vá recorrer a recursos como se satisfazer sozinha e muito menos ter um amante (nunca faça isso, seria a morte do seu casamento). Se isso não funcionar é porque ele não te ama mais ou está com problemas psicológicos;

Cacau
8 years ago

Você deve averiguar se há traição. Lembre-se de que ele traiu a ex esposa p/ ficar com vc, então ele pode muito bem estar fazendo o mesmo agora. Se não estiver traindo, então busque conversar mais c/ ele, mas sem exigências. Diga O QUÊ a entristece e COMO ele pode fazer para melhorar. Vá num sex shop, programem uma viagem a dois, falem sobre suas fantasias sexuais, etc.

Cacau
8 years ago

E marque consulta c/ médico urologista, pois ele tem uma disfunção sexual que pode ser corrigida. Se todas as suas tentativas não fizeram dele um marido melhor, então comece a ficar fria com ele, não dê mais carinho, amor, trate-o como ele te trata, fique bonita, se permita ser cantada por outros homens. Se ele ainda te ama, vai sentir ciúme e vai tentar melhorar. Se não, então divorcie-se.