Eu só queria me sentir normal

desabafos de problemas na vida e no dia a dia

Eu tenho 24 anos e nunca namorei. Não por falta de vontade, mas nunca tive oportunidade mesmo. Na adolescência sempre fui considerada a amiga feia e depois de mais velha, os poucos caras com quem me relacionei, e isso com muita dificuldade, nunca quiseram nada sério comigo. É como se eu não fosse suficientemente boa nem interessante de forma alguma. Nem bonita, nem agradável, nem inteligente, nada. Os relacionamentos acontecem de forma tão espontânea para maior parte das pessoas, para mim parecem sempre impossíveis. Eu me odeio por isso, porque eu não queria ter tanta vontade de algo que não depende só de mim. Já tentei desviar o foco disso de várias formas, estudando, investindo no meu futuro profissional, fazendo amigos, cuidando de mim, mas nada disso fez a vontade passar.

7 COMENTÁRIOS

  1. Eu sei como voce se sente, tenho 30 anos e estou na mesma situação. Mas nao sou feia, porém cada vez sinto mais dificuldade em me relacionar e também tenho essa sensação que nao sou normal. Nao sou a melhor pessoa pra dar conselhos, mas se pudesse fazer algo diferente acho que teria facilitado mais as coisas quando era jovem. Então é esse conselho que eu te dou, facilite as coisas, nao espere aparecer o príncipe encantado, nao se cobre tanto, tente transparecer leveza, segurança e autoconfiança, essas coisas atraem. Boa sorte.

  2. Se você for a Elisa. Você é muito mentirosa. Mesmo sendo internet, você me disse que a gente tinha namorado. Então não me trate como se eu não tivesse existido, já que as cicatrizes são reais. Mais respeito com tudo.

    Agora se não for, me desculpe. Eu me sinto quase como você, a não ser pelo fato de que eu nem me esforço para achar pessoas. Quero que venham até a mim, como também incluindo que eu não sou essas pessoas sociáveis e tal. Mas comentando sobre ti. Pode soar grosseiro, mas eu já vi gente bem feia, não só feia como também com problemas no rosto, namorar um cara. Acho que o seu problema não é a feiura, mas a timidez, a falta de buscar alguém, procurar pessoas e conversar com elas. Sabe, “Se a montanha não vai a Maomé, vai Maomé à montanha”, é tipo isso, rs. Vai lá, corre atrás e não pense muito nas consequências, ou se faça de louca. Sabe, aja igual um adolescente clichê nesse sentido. Você é muita teoria e pouca prática. Toda teoria para ser bem fixada é preciso fazer exercícios e mais exercícios; prática.
    Ah, e mais uma coisa, costumamos idealizar aquilo que não temos e não vemos os contras. Namorar deve ser bom, porém leva consigo dores, tristezas, decepções e mais decepções. Pessoas podem te machucar mais do que uma adaga no seu coração. Se ser sozinha é algo que você não queira, então esteja disposta a enfrentar os seus erros e os erros dos outros.
    Boa sorte nesta caminhada.

  3. Veja… não sei se é o seu caso, MAS…..

    Tem muita gente (vale tanto para homem ou mulher) que vende o peixe caro demais (procura-se a pessoa perfeita, linda, inteligente e etc) e não encontram….daí o tempo passa e vendem o peixe barato demais ( se relacionam com qualquer um).

    Então, novamente, não se é seu caso, mas procure analisar se não está muito exigente consigo mesmo e com outros, mas tome cuidado para não vender o peixe barato demais e se arrepender, com consequências para uma toda vida.

    boa sorte!

  4. Algo nos seus comportamentos faz talvez os rapazes se afastarem. Você os atrai, eles se aproximam, etc., mas… depois eles ‘somem’, não se fixam. Nesse caso, faça uma auto-análise. Cobra-o demais? ‘Cede’ muito rapidamente a ele, se mostrando ‘carente’? Se apaixona e se apega logo de saida? Faz contato com ele sempre que pode e insiste em alongar demais as conversas? Pergunta coisas demais a respeito dele logo de saida, e revelando muito de você desde o inicio? Se mostra mais ‘amiga’ dele do que uma conquista? Acha que ‘pegas’ e ‘peguinhas’ são ‘normais’ antes de haver um namoro formal? Sexo para você é coisa que se mantém com ‘amigos’ e/ou com pessoas que mal acabou de conhecer? Frequenta muito baladas esperando que alí encontre um principe, e investe nisso sempre que pode? Penso que avaliar determinadas coisas nesse sentido pode ser util sempre.

  5. Concordo com a Manuela, você deve refletir sobre tudo que ela falou mesmo, pois provavelmente você está cometendo um desses erros que ela apontou. Ademais, nós somos energia e como você vem se cobrando demais nesse aspecto de relacionamento, deve pensar nisso dia e noite, os homens quando se aproximam de você acabam sentindo isso, e estar desesperada para encontrar alguém para namorar ou casar é algo que repele os homens. O que fazer então? tente não pensar tanto nisso, leve a vida de uma forma mais leve, não se cobre tanto, tenha hobbies, projetos de vida que vão além de casar e ter filhos, ocupe sua mente. Quando você parar de pensar nisso, as coisas vão começar a fluir naturalmente.

  6. Vc precisa fazer mais coisas sociais que vc goste e se sinta bem de verdade, vc diz que se cuida mas disse que acha que é feia, como vc se cuida se nem tem ideia do que acha de Vc? Vamos ver oque pode melhorar aí e oque pode realçar, use um bom perfume, uma roupa que caia bem em vc, um cabelo que combine, mas eu tb acho que esse problema tb pode ser interno, eu já tive os dois, já me senti feia e vazia, talvez esteja fazendo as coisas em função apenas de encontrar outras pessoas que vai te salvar dessa vida tediosa, pessoas até trazem cores na vida mas quando trazem decepção é duro ein, enfim, acho que vc precisa se analisar por dentro e por fora, olhe pra dentro de vc e se pergunte oque vc gostaria de fazer hoje por vc pra trazer mais cor a sua vida, tenta um hobby, tocar um instrumento musical, fazer uma corrida, cozinhar, confeitar ou surfar, tantas coisas, ache oque gosta, eu decidi aprender inglês e a tocar violão, da aprendizagem com violão me veio interesse em harmônica e depois quis aprender a nadar e agora tô tentando surfar, faz coisas que vc ama, seleciona pessoas confiáveis e gentis pra sua vida afinal não adianta nada ter vários amigos que vão te deixar triste no final do dia, esqueci de falar que a dança mudou minha vida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here