Eu amo um garoto hétero como nunca amei ninguem!

desabafos de gays lesbicas bisexuais e transexuais

Oi, prazer, tenho 17 anos e no terceiro ano do ensino médio conheci um garoto que foi responsável por provocar em mim um sentimento alucinante chamado “AMOR”, na época, ele namorava com uma menina, muita bonita, mas ele possuía um carinho imenso por mim, cuidava da minha pessoa e me cativava como ninguém jamais conseguiria, e assim começou o meu desespero, cada dia que passava eu me via mais apaixonado por ele, até que certo dia, enquanto ele me levava para casa, o carro parou em plena estrada e ele me perguntou se eu gostava dele, respondi que não pois estava com raiva dele, e ele continuou o percurso normalmente. Eu ajudava-o em tudo na escola, da relação eu era o “inteligente esforçado”e ele o “preguiçoso cativante”. O tempo foi passando e meu amor por ele só crescia até que certo dia seu relacionamento de anos havia terminado, pensei que seria a minha chance perfeita mas infelizmente ele começou a cair na gandaia ficando com um monte de meninas! O tempo foi passando e eu cada dia mais triste pois não podia tê-lo ao meu lado do jeito que queria. Quase entrei em depressão até que terminamos o terceiro ano e eu fui estudar em outra cidade. Ele também foi mas voltou pois já havia decido que curso do ensino superior pretendia cursar. O tempo passou e eu pensei que já estava livre dessa angustia, mas voltei para minha cidade devido aos feriados e tudo começou novamente. Hoje estou aqui me declarando para esse ser e pondo para fora de mim esse sentimento que se tornou um tipo de angustia.

4 COMENTÁRIOS

  1. Não é amor porque gera tristezas e angustias. Pode ser outra coisas qualquer, paixonite, paixão, desejo, fixação, apego, frustração, admiração, etc., enfim pode(m) ser outra(s) coisa(s) qualquer(s), menos amor, pode acreditar.
    Bita, melhore. O cara é hetero completinho. Já entendeu, não é?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here