Estou noiva mas estou balançada por outra pessoa

desabafos de problemas no namoro e relações serias

Comecei a namorar muito rápido, estava em um momento complicado da minha vida e acabei aceitando namorar mesmo não gostando da pessoa. Só que nisso eu engravidei e continuei a relação pelo meu filho e pela pressão dos meus pais. A partir da minha gestação que passamos a ter um convívio maior e a nos conhecer de verdade. Somos muito diferentes, em tudo e isso começou a me criar uma certa angústia. Ele aparentemente é uma boa pessoa, sempre fez tudo pelo nosso filho e para mim. Mas com as diferenças e a chegada do filho de forma tão precoce, a relação está muito desgastada. Estou convencida de que estou empurrando com a barriga por causa do meu filho. Sei que por ele daria muita confusão, porque ele e a família são extremamente apegados ao menino. Já brigamos muito nesses quase quatro anos. Mas estou tendo contacto com uma pessoa que mexeu muito comigo, não estou pensando em uma outra relação estável, e sim que eu me senti viva e bem como há muito tempo não sentia. É mais novo do que eu e a troca de olhares foi recíproca. Sinto o nervosismo dele na mesma proporção que o meu quando a gente se vê! Existem muitos obstáculos para tudo, mas não estou feliz. Me sinto muito mal em pensar em outra pessoa e meu namorado acreditando que está tudo bem. Preciso de opiniões de pessoas de fora, porque quem está a minha volta acha loucura. Friamente eu também acho, mas tem coisas que não se explica, apenas sente!

7 COMENTÁRIOS

  1. O q é loucura? Ser feliz e viver? Vc só precisa estar ciente dos riscos, como perder para sempre seu atual. Vc precisa colocar na cabeça q não precisa deixar de viver e de ser feliz porque teve um filho. Pense e Análise.

  2. Com o coração nao se brinca…. se ele e novo isto não vem ao caso, o que me tens que avaliar e se depois de ficarem juntos, transarem, viver bons momentos, ele não quiser mais? Como ficara o teu coração? Experiência própria, estava casado a 8 anos, larguei minha esposa para ficar com outra pessoa , vivi os melhores momento da minha vida por 6 meses e agora terminamos… estou sozinho triste, e pensando porque fiz isto com minha esposa que me amava…

  3. A gente escolhe o que faz mas não escolhe o que sente. Muitos casamentos hoje se mantém pelo cálculo do que pelo sentimento. Vc decide o que quer pra sua vida. O risco existe sempre. Muitas pessoas acabam mantendo o cônjuge por conveniência, evitando sexo e contato amoroso, enquanto se satisfazem com amantes. O que vc vai fazer? Seu marido será mais um trouxa provedor na história? E o carinha que te encara? Será mais um comedor esperto na história? Vc escolhe os papéis nesse drama.

  4. ao meu ver vocÊ deve expor ao seu companheiro o que estÁ sentido, nÃo precisa dizer a respeito da atraÇÃo por outro, mas diga que quer comeÇar do zero com ele, como se fosse a primeira vez. fale que quer ama-lo e que ele precisa ajuda-la. volte no comeÇo na fase da conquista, acredito que vocÊs pularam fases e portanto e preciso voltar no tempo, se conhecerem de verdade. creio que vocÊs podem sim se amar. acho que vocÊ deve primeiro fazer essa tentativa para depois somente pensar em se separar. creio que ele tenha muitas qualidades tambÉm. coloque na balanÇa, serÁ que vale a pena? deus abenÇoe.

  5. Enquanto você continuar a se movimentar na vida pelo emocional e não se preocupar em desenvolver a maturidade, pensando nas consequências das suas ações, você pelo visto só irá engatar problemas na sua vida. Em primeiro lugar você se uniu ao seu atual noivo, por conta de uma gravidez que poderia ser evitável, caso os dois tivessem adotado medidas protetivas, ou seja, fez sexo com uma pessoa que mal conhecia, justamente por esse motivo hoje você reconhece incompatibilidades, não se sente feliz, pois se acovardou em assumir as rédeas da sua vida de forma independente. Você abriu vínculos muito maiores, aceitando um noivado, laços com familiares, para alguém que vc já estava enxergando que não era a pessoa certa para você e agora encontra um novinho, para alimentar novamente seu ciclos emocionais. Eu te pergunto? O que você sabe desse jovenzinho que foi atrás de uma mulher praticamente casada, no caso você? O que ele tem a oferecer a nível de inteligência emocional, recursos financeiros e estabilidade de vida? Você pode dimencionar os problemas que terá, se algum momento mais esse relacionamento fracassar, uma vez que pretende trocar um noivo incompatível por um namorado novinho, possivelmente imaturo, isso sem fazer isso sem considerar outras características que você desconhece da sua personalidade. E se ficar novamente grávida já que proteção não é seu forte? Vc irá ficar transferindo problemas para a sua família?

    • Cont.. vamos supor que ela largue o noivo incompatível para ficar com o novinho. Como esse jovem irá lidar com o filho que ela irá carregar na bagagem? Conseguirá conviver com uma mulher, que terá que dar mais atenção a criança do que a ele? Se ela não trabalha, ficará satisfeito em ter que bancar parte das despesas de um filho de outro homem? Será que ela acredita que o atual noivo vai ser tão generoso financeiramente, quando os dois não estiverem mais juntos? Sugiro que ela pergunte para as amigas separadas com filhos, quanto elas recebem de pensão, ainda mais se os seus ex colocarem outras mulheres, pois a tendência delas é sempre monopolizar os recursos do seu atual companheiro. E quanto aos aspectos de caráter desse novinho? É ciumento, territorial, competitivo querendo logo colocar mais um filho na barriga dela para ficar 1 x 1, para não ficar atrás do ex da sua companheira? E quanto à questão de fidelidade, pois ele já nesse momento está atrás de mulher praticamente casada, ou seja, não respeita nem a união de duas pessoas, mesmo tendo filho. Se ela quer viver um relacionamento no futuro, que faça isso com os pés no chão, conhecendo muito bem a pessoa, mantendo um longo tempo de namoro, principalmente pensando que ela tem uma enorme responsabilidades nas costas, uma vez que tem filho.

  6. Primeiro vc precisa resolver se quer ou não ficar com o pai do seu filho e depois se envolver com outra pessoa, conselho de quem já passou pelo que vc está passando, resolva tudo antes de se envolver com outra pessoa, minha terapeuta disse que quando estamos vulneráveis emocionalmente a probabilidade de escolher um futuro relacionamento péssimo é bem grande, então antes de mais nada cuide do seu coração, se separe, fique um tempo sozinha pra ver se essa foi uma boa escolha pra depois se envolver com outra pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here