Ele não é o pai

Estava namorando um garoto e depois de dois meses do término, conheci meu atual parceiro. Descobri que estou grávida e até então estava achando que era do meu atual mas para minha surpresa não, fiz o pre natal é descobri que a gravidez já estava nos 5 meses mas não percebi antes por ser muito magrinha.
Agora não sei como contar para ele sobre isso ou se finjo que nasceu prematuro e é dele pois ele está todo empolgado com a gravidez e eu também não quero perdê-lo.

3 Comentários

  • Marcelo 2 de abril de 2017

    Com certeza deve contar a verdade. Pode acreditar, não vai ser nada fácil viver sua vida toda com esta mentira, e se não contar agora, vai ser pior no futuro. Além do mais, não foi uma traição, ele deve ficar chateado sim, mas ão foi traição. Se contar mentira, ai sim estará traindo a confiança dele.

    Resposta
  • 3 de abril de 2017

    Amiga passei por isso, namorei quase 7 anos com um rapaz, nosso namoro era monótono, eu tentava deixá-lo, mas ele vivia no meu pé, pra esquecê-lo de vez me envolvi com outro, um mês depois eu fiquei grávida e não sabia quem era o pai, contei pro meu antigo namorado e mesmo na dúvida ele dizia que queria assumir, mas na verdade ele não queria me perder, não aceitei porque sabia que no futuro ele poderia me chogar na cara isso, então levei a gravidez adiante praticamente só, quando o BB nasceu meu ex queria assumir mesmo não sendo dele, falei pro outro que o filho era dele, ele foi ver o BB e nunca mais nos largamos, estamos juntos há 10 anos, agora temos 2 filhos e estamos muito felizes. Conheço homens que a mulher falou a verdade e eles assumiram o filho do outro. Fale a verdade, não vale a pena viver na mentira, um dia a verdade vem a tona. Boa sorte!

    Resposta
  • Amigo 5 de abril de 2017

    Pelo seu relato para você perceber a gravidez tão tardiamente, podemos entender que a menstruação não seja regular. Em contrapartida há fetos que se desenvolvem mais. Sugiro conversares com o teu atual sobre a gravidez e decidirem no nascimento da criança terem a certeza da paternidade: afinal a gravidez “se manifestou” em tempo hábil da paternidade ser do atual e, em cinco meses, seria tempo suficiente da criança ter mexido no ventre: “se fizesse” perceber. Fica a Sugestão.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *