Desmotivado Profissionalmente

desabafos de problemas no emprego e trabalho

No meu último emprego trabalhei por 8 anos, dos quais só tive uma promoção, fiz muitas coisas diferentes da função ao qual fui contratado, entendia que devido a minha dedicação e profissionalismo e não só pelo tempo de casa, poderia conseguir uma promoção um pouco melhor e assim me especializar mais, porém fui demitido, e após 4 meses desempregado e enviando currículos não recebo propostas, sei fazer bem um currículo, mas até agora nada nem entrevistas, estou péssimo, ainda mais com a possibilidade de ser obrigado a aceitar um emprego para ganhar muito abaixo do meu último salário.

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá, apesar do seu relato ser algo triste eu consegui identificar algo de bom na sua vida: Você te dedicação e profissionalismo meu amigo! Isso são coisas muito raras, que te colocam em vantagem a muitas pessoas.

    Então não se preocupe se pegar um emprego que fique abaixo do seu emprego anterior, pense nisso como algo temporário, até conseguir uma posição mais adequada. Se você continuar se provando um profissional competente e dedicado, isso será recompensado no futuro.

    Um abraço.

  2. O Brasil perdeu em 4 anos, mais de 345 mil empresas, o que determinou uma avalanche de desempregos. O mercado de trabalho, apesar de ter melhorado um pouco no ano passado, ainda não foi o suficiente para acomodar tantos profissionais que ainda estão sem emprego, sem contar que as vagas que surgem os salários estão bem depreciados, as exigências dos empregadores sobreviventes, são extremas. O meu filho, com 24 anos, ficou dois anos desempregado, mesmo sendo graduado, pós-graduado, inglês fluente e uma dúzia de cursos na área da informática e financeira. É verdade que as empresas estão podendo escolher a vontade o perfil do candidato que irá contratar, tamanho é a demanda de desempregados, mesmo com formações. Agora não é o momento de pensar em querer ganhar o mesmo que você tinha no outro emprego, mas aceitar o que vier, mesmo que você faça desse emprego um trampolim, para buscar algo melhor com mais calma, a um valor condizente a sua capacidade. Uma agência de emprego, recomendou para minha amiga, que retirasse algumas formações do seu currículum, para ter chances de entrar numa numa vaga assistente, mesmo ela sendo um analista pleno. O conselho deu certo, pois ela se empregou, mas ela realiza funções de pessoas com ensino médio, poderiam realizá-las, o que sem dúvida é frustrante, ainda mais ela tendo três pós-graduações, mas foi a solução que ela encontrou, para pagar suas dívidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here