Crise financeira no casamento

Tenho 22 anos sou casada e tenho um filho de 4 anos estou passando por uma crise no casamento e financeiramente não sei o que fazer estou desempregada a 4 anos e meu marido me culpa pela crise financeira procuro emprego mas como todos sabe esta difícil e tenho o filho pequeno e não tenho ninguém para me ajudar a cuidar dele que fica apenas meio período na escola choro todos dias por no momento não conseguir ajudar com as contas da casa e pior por ele colocar a culpa em mim não sei mais o que fazer .essa crise financeira vem causando brigas entre a gente não quero que o relacionamento acabe mas também não acho certo a culpa ser só minha pela falta de dinheiro goataria de opnioes de vocês o que acham

9 comentários em “Crise financeira no casamento

  • Joice 10 de fevereiro de 2019

    As suas alternativas são: a) localizar uma creche em período integral, para poder deixar a criança e ter tempo para se dedicar a um emprego formal, na área da sua especialização. B) localizar uma atividade para trabalhar em casa, se for o caso faça um curso ou aprenda EAD, até pelo YouTube tem muitas aulinhas do estilo faça vc mesma, totalmente gratuita. O Senac também tem várias atividades que vc pode desenvolvê-la na sua residência, mas se vc for ligeira e acessar o site diariamente bem cedo , poderá conseguir uma bolsa integral. Eu já fiz 2 cursos sem pagar nada. Quem precisa de grana tem que se virar, pois ter filhos hj em dia, não é mais limitação para deixar de trabalhar, ainda mais tendo apenas um de 4 anos. E se vc porventura se separar, vc acha que apenas com a pensão do marido terá como se manter? Adianto que vc terá que correr do mesmo jeito para o mercado de emprego, uma vez que ele não dispõe de grandes recursos, caso não queira passar necessidades. Não adianta reclamar, não pode deixar responsabilidade financeira apenas nos ombros do marido, tem que procurar soluções. Ele está preocupado com a situação da manutenção no lar e você só arrumando dificuldades. Entendo que o mercado de trabalho esteja fácil, mas tem que arrumar alguma coisa mesmo como bico.

    Resposta
    • Joice 10 de fevereiro de 2019

      Retificando: O mercado de emprego Não está muito fácil, para quem não tem experiência profissional, por esse motivo o ideal é descolar alguma coisa que você possa aprender rapidamente e colocar em prática. De nada adianta você chorar, pois à medida que resolveu ter um filho, tem que arregaçar as mangas e ir à luta. O seu marido não tem como resolver essa questão sozinho, por esse motivo está contando com a sua força de trabalho. Não vai existir solução milagrosa, para resolver esse problema financeiro, se vocês não se unirem pelo interesse comum.

  • Trago verdades! 11 de fevereiro de 2019

    Esses marido de BOSTA que vocês arrumam eim… vontade de dizer umas verdades, mas não quero te magoar neste momento! Faz o seguinte, cursos(como o comentário ai de cima), mas procure pessoas próximas que possam te indicar para um emprego, pois indicação conta muito hoje em dia, trabalhando você consegue um dinheiro e ao mesmo tempo matricula teu filhote em uma escolinha para complementar o período. E quanto tiver tudo organizado, DA UM PE NO BUNDA MOLE…

    Resposta
  • Yza 11 de fevereiro de 2019

    ridÍcula a atitude do seu marido! como pode o cara agir dessa forma, cade o amor? ao invÉs de procurar uma soluÇÃo junto com vocÊ! ele te acusa te faz sentir pÉssima dessa forma!
    olha aconselho vocÊ comeÇar a vender algo que vocÊ mesma faÇa, como por exemplo pÃo de mel (o lucro É muito bom!) ou mousse, saia vendendo no centro da cidade, no perÍodo que seu filho estiver na escola. lute para ter o seu dinheiro, faÇa tudo com amor de uma forma que seu produto seja conhecido e desejado por todos pela qualidade, sabor e preÇo. junte um dinheirinho mÊs a mÊs atÉ que vocÊ possa se sustentar e assim vÁ viver sua vida, buscar se aprimorar em algo. sou contra o divÓrcio, porÉm, que traste É esse de marido?????????!!!!!!! estou revoltada. mas foque no seu prÓprio negocio e claro apresente tudo a deus, peÇa a ele sabedoria. deus abenÇoe!

    Resposta
  • Ellen 11 de fevereiro de 2019

    Eu fiquei desempregada e nesse período acabei engravidando, meu compromisso com as contas era pagar o aluguel $450,00, sabe o que eu fiz pra ajudar, fiz salgados, caldos e geladinho, faz dois anos que estou fora do mercado formal de trabalho, e nem um mês deixei de cumprir com a minha parte, meu esposo nunca cobrou isso de mim, mas não acho justo jogar tudo nas costa do nosso parceiro, casamento e parceria, companheirismo, isso é em todos o sentido do casamento. Além de tirar o dinheiro do aluguel eu consigo para minhas despesas pessoais, roupas, cabeleireiro, jantares, cinema. No começo não é fácil mas depois que vc pega confiança e uma cartela de cliente vc vê que vale a pena, sem contar que não tem ninguém pra mandar no seu trabalho.

    Resposta
    • ? 11 de fevereiro de 2019

      É, não e certo a mulher casar esperando ter um homem para sustenta-la, e também não e certo o homem casar e achar que só a esposa tem obrigação de fazer as tarefas domesticas.

  • Ana Paula 11 de fevereiro de 2019

    A crise financeira que você está a atravessar no seu casamento pode acontecer em qualquer casal. A grande diferença é que você foi arranjar um homem que em vez de te ajudar a solucionar o problema ,esfrega na sua cara , e culpa-a pelo mau momento que vocês estão passando. Por acaso ,você é uma mulher relaxada , preguiçosa? Você procura activamente emprego? Acredito que sim, que você procura por emprego e que se sente diminuída e humilhada por não conseguir um trabalho. Você não tem culpa que o seu país tenha uma taxa de desemprego de 14 milhões de pessoas que não conseguem arranjar trabalho. Tenho o maior respeito por pessoas como você e só lamento que você não tenha um homem que te apoie quando você mais precisa. Na vida nada é irreversível, no futuro você pode estar a trabalhar e a ganhar bem e o seu marido desempregado. Aí quem vai atirar na cara que ele é um inútil? Se um homem não está presente nos maus momentos não é digno de estar nos bons momentos.

    Resposta
  • Carla 11 de fevereiro de 2019

    Sei que não tem nada a ver com o post, mas preciso saber: demora em média quanto tempo pra um desabafo ser postado no site?

    Resposta
    • Laura 12 de fevereiro de 2019

      Uma eternidade, as vezea nem postam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *