Problemas no Namoro

Confusa entre o ex e o atual

No começo desse ano, deixei meu noivo que era maravilhoso comigo, fiel e carinhoso para ficar com um rapaz divorciado com 2 filhos (11 anos e 15 anos) eu já tenho um filho de 15 anos, porém eu me apaixonei, com o passar do tempo fiquei confusa, parecia eu ter me arrependido de tudo, mas já era tarde, pois eu não conseguia mais largar do atual, e tinha duvidas em voltar atrás, parece que a ficha caiu, tipo é muito estranho se relacionar com um homem que já tenha filhos, ele falava em casar, mas por mais carinho que eu tinha pelos filhos dele, eu não me via responsável por eles, tudo era diferente, pois meu ex não tinha filhos, mais queria ter um comigo quando a gente se casasse, e hoje já faz quase um ano que aconteceu tudo isso aconteceu e sinto falta do meu ex, dos nossos passeios juntos e etc, o mais difícil é que na verdade o atual além de ser amoroso comigo, me ajuda financeiramente e me satisfaz muito ,. o ex não era tão bom na cama, mais me amava, aliás me ama ainda, não sei o que fazer, se termino com o atual e dou um tempo para minha cabeça, a para piorar, a filha dele não fala mais comigo por conta de uma postagem que ela achou que foi indireta que na verdade não foi, está muito difícil, penso em desistir, não sei o que fazer!

2 Comentários

  1. Esse seu relato demonstra que vc é uma pessoa bastante flutuante nas suas decisões, ou seja, fica comparando o homem A com o B, pontuando as virtudes e os defeitos, assim como as vantagens que cada um poderá lhe oferecer, mas só se esquece do mais importante, que é definir pela pessoa que mais te toca no coração, com qual delas vc tem melhor sintonia. O home que vc está atualmente vivendo tem filhos e reconheço que não é uma tarefa fácil ter que administrar essa relação, ainda mais sendo adolescentes, que é uma fase da vida que eles vivem sempre no contra, arrumam qualquer pretexto para discórdias, por outro lado, o outro que não tem filhos, caso vc viesse a conviver com ele, vc não tem como antever, como seria a relação com a sua filha, pois minha cara quando todos convivem sob o mesmo teto a história muda significativamente, especialmente se vc tiver um outro filho com ele, pois a tendência dos pais biológicos é a de sempre ficar lambendo as suas crias e não dar tanta atenção a que foi gerada por outro homem. Não é logicamente uma regra, mas uma tendência. Geralmente dá mais certo as relações de mulheres com filhos, conviver com quem já tem filhos, pois já passou por adaptações e conhecem melhor como lidar com determinadas situações. O seu ex noivo nunca passou pela experiência de ser pai e nem padastro, nesse caso é muita informação ao mesmo tempo para ele ter que lidar.

  2. Bem feito. Ao inves de serem egocentricos, pessoal, PAREM de levar paixao em conta pra descartarem pessoas por aih. Deixem a psicopatia emocional de lado e perguntem-se: “a pessoa com quem estou… esta tudo ok, esramos ok um com o outro?” Se está, pessoal, continuem ou terminem sem haver uma terceira pessoa envolvida. Terminem na honestidade. Descartar pessoas por “paixao” ou “sentimento incontrolavel”, ah facam-me o favor, fiquem solteiros assim podem galinhar a vontade! Isto é psicopatia emocional=Transtorno de Personalidade Narcisista. Bem feito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar