Após 5 anos de idas e vindas, ele quer tentar

desabafos sobre problemas e dramas familiares e do dia a dia em familia

Boa noite, eu tinha 19 anos toda sonhadora, uma garota feliz, em ótima forma física 52 kg ,morena linda cabelo enorme liso preto baixinha, eu amava tudo em mim, nunca tinha namorado na vida, era da igreja meus pais pastores, e eu seguia tudo conf a minha religião o cristianismo,
Me apaixonei por um menino do meu bairro, e comecei a namorar me pediu em casamento, perdi minha virgindade, e estávamos na melhor fase do relacionamento, tínhamos tantos planos, casar ter família. quando minha família se decidiu se mudar para outra cidade, foi difícil, mas eu o amava muito, fazia tudo por ele, ele tinha síndrome do pânico, e eu amava ele, fazia tudo por ele, mas a distância fez ele esfriar comigo, e a distância me fez amar cada vez mais, e eu sofria por ele esta frio comigo, após algum tempo ele terminou comigo. Eu sofri muito, nunca esqueci ele, mas a vida seguiu
E após um ano ele me liga e convida para um jantar na casa dele com a família, eu e ele acabamos em um bom clima romântico, fizemos amor e foi tudo perfeito. . Com o amor da minha vida. E engravidei ele ficou desempregado eu também, e distante dele crio minha bebézinha, as vezes ele vem me ver, e eu fico alguns dias na minha sogra, ele estava construindo nossa casa em cima da mãe dele, mas sem dinheiro parou a construção, agora ele quer que eu vá morar na casa da mãe dele, vou deixar minha família. E morar em cima da mãe dele, mas não temos moveis, e as
nossas economias estão acabando, no máximo só dá para comprar um fogão e geladeira, vou ou não ? E se eu não for ? Tenho medo de esfriar novamente e agente se perder um do outro, não desejo morar num palácio, ele é nossa filha e. minha maior riqueza. Eles só tudo para mim, por eles e com eles aguento o que for. . uma opinião sincera ? Vou agora ou não? Tenho medo de dizer não, e ele. não entender o que faço

9 COMENTÁRIOS

  1. Um conselho não vá morar com a sogra, seu relacionamento com ele não é muito sólido e isso só vai piorar, quem casar quer casa, e a sogra vai se sentir invadida com uma pessoa que ela não tem um vinculo mais íntimo, vcs vão morar juntos e viver a custa de quem? O mais sensato é cada na sua casa com seus pais assim que tiver condições casarem, os pais não tem obrigação com filhos maiores de idade mas por amor ajudam, mas dentro da sua casa, agora com genro ou nora é outra situação. Pense bem antes de meter os pés pelas mãos e arrastar a filha de vcs nessa problemática toda.

  2. Siga seu marido. Esteja com ele em qualquer situação. Não é bom morar na sogra mas pior é perderem a coesão familiar. Vão batalhando pra construir um lar independente da vea.

  3. Sigo a Vicka. Ignore o Morfeu. Pq a sua situação não é estável. Fique cada um na sua, ainda mais que estão desempregados. Quando tiverem condições, então aluguem um espaço que caiba para vocês três ou terminem a obra para morar sem invadir o espaço de outrem.

  4. Estou com o Morfeu. Não é legal morar na casa da sogra. Mas se você não for e o relacionamento esfriar e ele terminar novamente com você, acredito que você depois vai ficar pensando “e se eu tivesse ido morar com ele quando ele quis? “será que teria dado certo?”, e eu vou te falar esse “e se”, quando a gente ama alguém, deixa a gente quase louca. Vá morar com ele, se não der certo, você vai embora, pelo menos você vai ter tentado. Pelo que você contou, você não tem nada a perder. Mas deixe claro pra ele que quer ter a sua casa e que não ficar morando eternamente na casa da sogra. Tente arranjar um emprego e diga pra ele fazer o mesmo. Quando vocês tiverem condições, vocês vão morar sozinhos.

  5. Porque não tentar? Melhor se arrepender do que fez do que do que não fez. Depois vai ficar lastimando a falta de coragem pensando no que poderia ter acontecido. Por mais que seja com a sogra. Tente. Ainda mais se você tem uma filha e ama ele, não deixe esfriar o relacionamento novamente.

  6. Vá morar com a sogra, aprenda a lidar com ela e não a deixe se entrometer na sua vida. no começo pode ter atrito mais depois ela acostuma a não se meter. Ela é mãe e é avó, vai querer o filho e a neta por perto.
    Arrumem empregos e juntem um dinheiro, aluga uma casa se não puder comprar. Construa a vida de vocês e cresçam juntos. Se não der certo lembre-se que seus pais te amam e jamais te deixaria na rua com a criança.
    Você não tem nada a perder.

  7. A melhor maneira é cada um por enquanto (nessa época de crise) ficar morando com seus pais( vc lá, ele cá) e assim vai levando a vida(vc pode levar a filha de vcs dois pra ir visita a vovó/sogra, vê o “papai”… ele pode ir na sua casa pra vê a filha, a esposa, no caso VC…e etc) e assim vai… se ajeitando aos poucos.

  8. Aceite em caráter temporário, apenas para manter o interesse dele nessa ligação e e também para contar com a ajuda da sua sogra para cuidar dessa criança, enquanto que vc estiver correndo atrás de um emprego, para sair fora, na velocidade da luz, dessa convivência com a sua sogra, pois é uma tremenda barca furada. Não espere o seu parceiro tomar as primeiras decisões de ir atrás de um emprego, vá você, pois para o homem é cômodo ficar do lado da mamãe e se ele se acostumar nessa tríade de convivência nunca mais você vai sair de lá, pois ele terá duas pessoas para servi-lo, você e a mamãe dele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here