Amor virtual, a dor é real!

Bom, eu sou um menino e sou adolescente e no janeiro de 2012 eu conheci uma pessoa e me apaixonei por ela. O tempo foi passando e cada vez mais nós ficávamos íntimos, e depois de 6 meses conversando todos os dias começamos a namorar. Eu sou do tipo que sempre se ferra nos relacionamentos, sabe? Eu sempre me entrego 100% a um amor e no final deles eu sempre acabo sofrendo sozinho. Eu, como nos outros relacionamentos coloquei muita esperança nesse novo namoro já que nós antes de tudo éramos melhores amigos, e de inicio esse amor foi correspondido. Os meses iam passando e a gente ia conseguindo lidar com as pressões externas, como ter que esconder isso tudo durante meses da família, o fato dela ser muito linda me forçava a saber lidar com outras pessoas atrás dela, e muitos outros fatores comuns em um namoro. Até que no final de setembro, na hora de me despedir eu disse que a amava, como eu fazia todos os dias, minutos e segundos e ela não me respondeu. Eu perguntei se ela não teria mais nada para falar e ela disse que não, depois de muito insistir ela disse que queria acabar com o nosso namoro, e eu não aguentei. Eu entrei em desespero, foi um choque, eu não estava preparado, como perder em uma noite tudo aquilo que eu vinha conquistando em 9 meses de convivência? Além do mais, ela era minha melhor amiga, nos falamos todos os dias já tinha 9 meses, como perder isso? Ai o inferno começa, o meu conto de fadas ilusório, que no fundo eu sabia que ia acabar, acabou sem eu estar preparado. Agora vou contar qual é o preço que estou pagando desse amor pagão que tive. Em 2013 eu passei para o primeiro ano do ensino médio, e sai do colégio que eu já estudava a anos para um outro colégio mais puxado. Devido a esse namoro eu não dei o devido valor aos estudos, mas a fatura chega o namoro acabou e eu descubro que reprovei de ano. Vou ficar em um colégio que eu odeio e não tenho amigos por mais 1 ano, e isso tudo é culpa minha, por ter acreditado que realmente uma pessoa que mora a 1000km de mim pudesse me amar. Não tenho mais um amigo comigo, estou passando por isso tudo SOZINHO, invadiram a minha casa, eu reprovo de ano, minha mãe descobre que eu namorei na internet por meses e agira fica me policiando e quando o namoro acabou eu fui parar no hospital, pois passei muito mal. Esse é um recado para você quem esta namorando pela internet, por favor, tomem cuidado! A minha vida está bagunçada, sempre um sai mais ferido que o outro. Agora ela esta com paqueras e eu que sou mais feio colho os frutos disso tudo, sofro sozinho e calado. Espero que meu testemunho ajude a preservar a vida de muitas pessoas e alertar para que ninguém se entregue como eu me entreguei! Abraços. .

Um Comentário

  • safirinha 24 de dezembro de 2013

    ‘Namoro virtual’ não existe. É um ‘arranjo mal-arranjado’. Onde o beijo? Onde o afago? Onde o toque da pele?
    Não devia estar tão mal assim por uma coisa que sequer existiu no terreno do Real. ‘Amou’ uma fantasia, uma quimera. Uma pessoa ‘virtual’.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *