Amor em dose dupla

Estava em um casamento sem felicidade, sem amor e conheci uma pessoa que me apaixonei.
Terminei o meu casamento, não para ficar com ele, até porque ele mora longe de mim e isso nunca foi o nosso tipo de relação.
Só gostamos um do outro, estamos juntos quando podemos.
Terminei porque não queria trair, não queria mentir.
Decidimos manter uma relação mesmo à distância, sem sermos exclusivos, etc.
A questão agora é que no entretanto, conheci alguém que mora perto de mim.
Desde o início fui sincera sobre a minha “relação”, que estava separada há pouco tempo e não queria nenhuma relação convencional.
Ele diz que aceita, mas eu acho mesmo que ele vai se apaixonar por mim e vai sair magoado disto tudo.
Agora não sei o que fazer, gosto dos dois, o sexo é ótimo com os dois. Consigo coordenar as duas relações, consigo dar atenção aos dois, amar os dois.
Mas tenho medo de perder os dois.

5 Comentários

  1. Eu só realmente peço a Deus para uma pessoa igual você nunca aparecer em minha vida. e na vida de pessoas boas..

  2. Não existem dois relacionamentos: Existe uma fantasia na “nuvem” (virtual): você desliga o notebook ou smartphone e ele se vai. Existe ao que parece, também, é uma atração e é a que você cederá, por certo, deve fazê-la sentr-se viva, de fato!

  3. Tem que deixar claro que você não quer viver um relacionamento, mas sim uma relação aberta e sem vínculos. Essa seria a forma mais ética de tratar o assunto, para que dê a opção a eles, de realizarem suas escolhas. Não entendo porque você está preocupada de perde-los, pois afinal se você quer seus espaços, não quer nada fixo, aproveite a transa e siga com a sua agenda de novos encontros. Transparência é tudo, pois se um deles está se afeiçoando a vc, é porque você não está sendo clara, com seus objetivos de momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar