A nova cultura de trabalho temporário

O que você acham dessa nova cultura de trabalho temporário?

Na minha opinião foi a maior arma para acabar com o seguro desemprego, afinal quando encerra o contrato, o funcionário não recebe seguro e nem os 40% de multa rescisória.

Acabou também com a estabilidade do trabalhador brasileiro. Como poderemos fazer planos tendo um contrato de 3, 6 ou 9 meses de trabalho? Quem consegue comprar uma casa desse jeito!

Ler
Fiz uma faculdade por influencia da minha mãe e me arrependo

5 Comentários

  1. Os autônomos (como jardineiros, diaristas ou eletricistas) e os profissionais liberais (médicos, advogados ou arquitetos) sequer têm contratos de trabalho com tal duração. E nem por isso deixam de fazer planos, executá-los e ter sucesso com eles.

    Na verdade a maioria deles não troca sua “precariedade” por emprego algum. Sou um deles.

    Relaxe, quem é competente e responsável nunca fica sem trabalho e sempre ganha o merecido.

  2. Agradeça o PT, que com seu desgoverno, fez com que mais de 340 mil empresas fechassem as suas portas, gerando um elevadíssimo desemprego. Existem certas tipos de indústrias que só para o projeto sair do papel demandam anos, agora imagine o tamanho do rombo que ocorreu na nossa economia com a perda desses milhares de investidores, que antes ainda contribuíam com impostos e empregos. As empresas que sobreviveram, obviamente ajustaram os salários e o formato de trabalho a uma condição que fosse viável absorver a sua alta carga de tributação, para tentar sair do risco de também fechar as suas portas, pois ainda hoje existem muitas operando no vermelho, lembrando que o custo do empregado para a empresa é alto ainda mais se o mesmo não performar, por esse motivo poderá ser cortado no seu trabalho temporário ou fase de XP. É óbvio que muitos candidatos a vaga não irão gostar, porque nunca viveram essa realidade de ser um patrão de empresa de pequeno porte, que ainda terá que lidar com a rotatividade dos seus empregados, sindicatos que ficarão a espreita para morder suas contribuições, etc..

  3. Concordo em partes, entretanto os mercados estão completamente parados. O Brasil esta rapidamente se tornando um país de miseráveis, os salários jásao menores do que alguns paises africanos. Aqui onde moro mecânicos, cabeleireiros, pedreiros estão padecendo com o excesso de ofertas de serviços, pois muitos dos 14 mikhies de desempregados estão indo para informalidade.
    Logo seremos um pais de informais e miseráveis. Se puder, fuja para as montanhas.

  4. Você é do tipo, que acha que quando recebe alguma coisa, não sai do seu bolso. Deixa eu te contar um segredo: Alguem sempre paga a conta! Ou você acha que esse imposto que o empregador paga, não sai do seu bolso?
    Você acaba recebendo salarios menores, exatamente, porque contam como seu salario o imposto, que pagam para o governo e que é muito mal empregado, e quando recebe lá no fim do contrato de trabalho as migalhas (é porque você acha que o seu FGTS, por exemplo, recebe juros menores que a poupança), acha que alguém pagou para vc. Sabe pq? Pq você não se dá valor. Você mesmo não acha que tiraram aquilo do seu salario.
    BABACA, (além do Lula está preso!) acha que esta tirando dinheiro de alguém, quando na realidade o dinheiro já saiu do seu bolso faz tempo, andou por ai, usaram e abusaram, te pagaram migalhas e depois te devolveram o que sobrou.
    PENSE NISSO!

  5. O brasileiro se acomodou com o seguro desemprego e é um engano depender dele. Pois já pagamos nos impostos e mais impostos embutidos nos preços de tudo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar