30 Anos Sem dinheiro e sem perspectiva de vida

Muitos podem falar que estou passando pela crise dos 30, mas na verdade já estou a alguns anos vegetando nesta vida.

Sou casado a 8 anos, tenho 1 filho e nada de dinheiro guardado. Minha esposa trabalha fora e eu em casa tento fazer minha empresa dar certo. Porém o que ganhamos é para pagar as contas do mês, mal sobra para guardar.

Estou muito desaninado, sei que tenho muitas oportunidades para ter sucesso mas não consigo por o plano em prática por muito tempo, sempre desisto e tento fazer outra coisa que acho que vai dar certo. E vivo nesse ciclo!

Estou muito muito desanimado e isto esta refletindo em nosso casamento, apesar da minha esposa gostar muito e ainda acreditar em meu sucesso sei que a paciência dela esta acabando, estou totalmente apático, não tenho mais atitudes, vivo em um estado de reação as coisas. Minha casa e todas as minhas coisas são desorganizados, não me importo mais com aparência das coisas, meu carro é sujo e apesar de gostar dele limpo não me importo de ir lavar e aspirar.

Em fim não sei o que faço da vida, tenho receio de voltar estudar e seguir minha carreira e depois me arrepender da escolha

0 0 votar
Avaliar Desabafo
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
jessica
15 days ago

Pára de depositar sua felicidade nas maos de outras pessoas.
Vai viajar. Trace uns roteiros, va ao cinema, ao shopping. Aprenda a apreciar sua companhia.
Goste de você e de estar sozinha, quando você perceber que se basta sozinha, vai estar preparada conhecer e deixar outra pessoa entrar na sua vida. Fica chorando pelos cantos, se lamentando não resolve e enquanto isso o tempo continua passando.

someone
14 days ago

Faça uma mudança de hábitos. Tem milhões de pessoas iguais a você e que são felizes. Lave o seu carro, faz uma refeição descente, organiza suas coisas, faça algo diferente com a família (que vai começar a achar você insuportável se você continuar assim, aliás). E principalmente: encare a realidade. Sou super a favor de empreender, mas você tem que entender que tem você e a sua família para sustentar. A minha mãe tinha vontade de fazer faculdade desde os 30 anos também, enrolou e enrolou e só começou com 43 anos: perdeu uns 10 anos de profissão. Se eu fosse você, trabalharia em algo estável e continuaria a traçar um empreendimento paralelamente.

Botão Voltar ao topo