12 anos juntos 1 filha, 1 empresa e a vontade de terminar

Hoje faz 1 ano que ele não toca em mim, e eu quando tento algo sempre ouço, estou cansado, vivemos como amigos, não nos beijamos, não dormimos abraçados, não deitamos abraçados e assistimos um filme nem nada.
Esse ano comecei ele com um pensamento diferente, estipulei por mim mesma que daria até julho uma chance de que as coisas mudariam, pois antes ele dizia que não tinha muito intimidade comigo pois minha mãe morava com a gente, agora fazem 7 meses que moramos só e nada.
Penso em nossa filha, nossa empresa juntos, mas não aguento mais essa situação

8 Comentários

  • Bia 4 de outubro de 2019

    Vou ser bem sincera, sua mãe morar junto já azedou a situação. Digo isso porque passei por algo parecido, no caso a mãe do meu esposo não foi morar junto, mais ao lado e tava todos os dias lá batendo ponto, isso destrói a intimidade do casal de uma forma que fica praticamente irreversível depois, eu fui perdendo o interesse no meu marido aos poucos, pois a mãe dele ta sempre próxima fazia eu me sentir como se ele fosse ainda “infantil” e isso minava qualquer desejo que eu tinha, e ele não perceber ou fingir não perceber para evitar conflitos que a mãe dele estar presente nas nossas vidas o tempo todo estava me fazendo mal me fez perder toda a admiração. Casamos com o parceiro e não com os pais, qualquer pessoa que obrigue seu conjuge a conviver com os pais o tempo todo vai ter um casamento falido, nos casamos para nos tornar um novo núcleo familiar e não para ser arrastados para um já existente.

    Resposta
    • Ana Paula 4 de outubro de 2019

      É por esse motivo que é preferível estender um pouco mais a fase de namoro, cada qual morando na sua própria casa, até ter condições de financiar ou alugar um espaço para o casal iniciar a sua vida conjugal, com autonomia. Casamentos tem mais motivos para não funcionar, do que para ter êxito, pois são duas pessoas que terão que se adaptar a um pacote de novas responsabilidades assumidas, como divisão de contas, responsabilidades, atenções mútuas, além da superação das fases das rotinas, das cobranças, do ciúmes, dentre outras situações, pois ao dividir integralmente o mesmo espaço, as suas atitudes determinará qual o peso de pontos positivos e negativos estará oferecendo para a balança conjugal, quanto mais pontos de discórdias, desconfianças, dúvidas, falta de atenção, com o tempo poderá gerar desgastes irreversíveis. Quanto mais um casal se prepara com bons alicerces e planejamento para uma vida a dois, mais se favorece a relação, uma fez que terão menos pontos para administrar diferenças, conflitos e falta de se atendido em alguma necessidade específica, pois até o lazer faz parte do pacote para se compor a felicidade conjugal. Ela só está fazendo hora extra nesse casamento, pois a leitura que faço é que já não existe afinidade e nem mais química. Algum dos lados está com receio de romper, pelo receio de ouvir as verdades.

  • Andre 4 de outubro de 2019

    Sinceramente, acho q ele é meio fraquinho. Pq homem se não está dando certo toma Viagra e tudo mais, mas não iria deixar. Caramba estou casado Mais de 15 anos de casamento e não lembro em nenhum momento de deixar de procurá-la mais que uma semana. Faço questão de ter o maior tesao por ela sempre é o maior esforço do mundo para amá-la incondicionalmente, mesmo ela sendo brava, ciumenta e eu que tenho que procurá-la, pq ela é dura, não procura não, mas sei que se sente muito bem por eu ser assim. Ataco mesmo pq sou louco por ela, não deixo ela em paz.

    Resposta
  • Santosss 4 de outubro de 2019

    Sua mãe fez o relacionamento esfriar isso tirou a intimidade do casal.. ela foi embora mais foi você que trouxe então ele está,
    “Te Culpando, lhe Punindo.” o que precisa fazer é recuperar o tempo perdido ser mais atenciosa e carinhosa todos os dias que essa birra dele vai se acabar.

    Resposta
  • Sincero 4 de outubro de 2019

    Prezada, imagino o quanto deve ser difícil para você. Mas pense na sua felicidade.
    Fui casado por 12 anos (7 namoro/5 casado) e me separei por detalhes bobos.
    Filhos não seguram casamentos, empresa/sociedade também não. A vida é curta e precisamos ser felizes, é fundamental.
    Sugiro que como gosta dele, sente sério com ele, dialogue, façam uma terapia familiar e tente reaver seu casamento. Nada melhor como diálogo.
    Não traia, não procure alguém antes e sim procure resolver seu casamento primeiro.
    Se essas tentativas falharem, aí sim, procure o divórcio.
    Mais em caso queira o divórcio saiba que irá passar um martírio: 1) Resolver pensão 2) Se sustentar, considerando que o cara pode começar a falhar como pai 3) Se adequar a rotina de mãe solteira. Entre outros fatos, sua vida vai mudar muito.
    Mas independente disso, é melhor que sofrer como você está, como pessoa e mulher. Pense em você, na sua felicidade acima de tudo.

    Resposta
  • ana julia 4 de outubro de 2019

    O tempo que vcs estão sem se relacionar sexualmente é muito peculiar. Será que o seu marido não é gay e que se casou apenas para manter uma relação social de faxada. Vc já procurou investigar um pouco mais sobre seu passado, pois é muito pouco de casamento para ter perdido completamente a química da atração. Concordo com algumas observações que foram feitas, com relação a presença da sua mãe muito próxima a intimidade do casamento, pois de fato tira muito mesmo o clima da relação e em hipótese alguma é recomendável dividir o espaço conjugal com a família, mas no seu caso específico a situação é bem mais grave, pois ele simplesmente não toca em vc, logo abre margens para dúvidas e desconfianças. De nada adianta ficar empurrando esse relacionamento com a barriga, dando mais meses para tentar esperar uma solução, pois vc está só perdendo o seu tempo. Já passou da hora de terem uma conversa muito séria e definitiva. Seja direta e assertiva, para não deixá-lo escorregar. Se ele não é gay, as demais hipóteses são: a) perda completa da química da atração sexual, b) algum problema de ordem mental, como depressão ou outras doenças psiquiátricas. c) vida dupla com outra ou outras mulheres, tendo seus casos fora do casamento.

    Resposta
  • nayara 4 de outubro de 2019

    Cansado?? homem não fica sem sexo! Tem boi na linha.
    Você está perdendo anos da sua vida numa relação falida. O tempo vai passar e você vai se arrepender.

    Resposta
  • Observador 5 de outubro de 2019

    A ponta do iceberg está em 12 anos juntos e 7 meses que sua mãe deixou de estar junto. Não é raro mães e filhas serem concorrentes: a vaidade da mulher madura “estremecida” pelo frescor da juventude da filha, justamente, na fase de namoro ou relacionamento conjugal. Além disso, demorou um “pouco”, para vocês se emanciparem dela. Como chegou a conclusão da necessidade de cortares o “cordão umbilical” com ela?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *