par perfeito

Amizade de rede social

Desabafa > Desabafos Femininos > Problemas de Amizade > Amizade de rede social

Há 12 meses fiz amizade com um rapaz por meio de rede social. Já o conhecia há um tempo de um estabelecimento comercial, mas só criamos um vinculo de amizade mesmo depois da internet. Após algum tempo, acabei me apaixonando e contei para ele. Entendi como se ele sentisse algo também, sempre foi carinhoso e etc. Ficamos algumas vezes, mas alguns problemas aconteceram e acabamos nos desentendendo vez ou outra. A desculpa sempre partia de mim porque não consigo me manter afastada. Nunca pensei em ter nada sério com ele por conta da diferença de idade que temos, sou quase 11 anos mais nova. No começo era um problema para ele, mas depois deixamos isso de lado. Sempre soube que ele não queria nada sério, mas pensei que não fosse pessoal… Pensei que não quisesse nada sério comigo e nem com ninguém. Ficamos um mês sem nos falar e quando voltamos a conversar, conversamos sobre ficar e algumas coisas a mais… Sempre temos conversas “quentes”. Mas uma semana depois descobri por ele que estava namorando. Discuti por estar indignada. Mas acabamos voltando a conversar e, como sempre foi de desejo mutuo, falamos sobre transar. Eu sei que estou errada, por ele ter namorada… Não sou assim, não queria sentir essa vontade. Mas sei que ele transaria comigo mesmo estando comprometido, e sei que quero ele, mesmo que seja por apenas uma noite. Sei que ele também quer, muitas vezes me disse isso… Mas acontece que parou de me responder há alguns dias, sinto falta da sua amizade e da intimidade quanto ao sexo também… Não quero que ele mude de ideia quanto ao sexo, homens não recusam sexo, recusam? Me sinto triste quando penso que ele pode ter mudado de ideia, que não me queira mais nem no sentido “carnal”. choro o tempo todo, não consigo não pensar nisso… Não sou esse tipo de mulher, mas sempre o quis tanto… Que se a única chance de tê-lo é do jeito errado, ainda assim não hesitaria em cometer esse erro.

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Sem votos)
Loading ... Loading ...

Respostas (2)

  • s

    De fato homens não costumam recusar sexo, primeiramente exceto quando não se sentem atraídos pela parceira. Mas podem existir outras razões: apego emocional a outra mulher, temor de ‘cobranças’, problemas de ordem pessoal como profissionais, econômicos ou familiares, etc.
    De todo modo quando um homem ‘desaparece’, via de regra é porque de fato parece não querer nada com a mulher.
    É conformar-se. E não ‘se oferecer’ jamais.
    Você é mulher, tem um temperamento diferente dos homens em relação a sexo. Eles podem até não se envolver, uma mulher já não é tão ‘independente’ assim. Diz que concordaria até mesmo em contentar-se em apenas ter sexo com ele (embora sinta ser ‘errado’). Discordo. Do jeito que se sente atraída por ele, certamente se machucaria bastante.
    Esqueça esse rapaz. Ele está namorando, segundo disse. Lembre-se. O pior surdo é aquele que não ‘sabe’ ouvir.

  • aff...

    Se fazendo o certo às vezes pode dar errado, quanto mais fazendo o errado de saída!…
    Não se rebaixe, minha amiga. Se for para d*r, ao menos que não seja de graça, concorda? Pois até mesmo “as moças”, das quais se diz por ai que não têm valor, estabelecem preço e, portanto, um “valor”.
    O homem desde sempre afirmou que não queria nada a sério. Mas… veio a outra e ele mudou de ideia! Por quê será?…
    Talvez porque ela não aceitasse d*r de graça, angariando dele afeto respeitoso e depois exigindo dele compromisso.
    E mais. Não desconfiou quando ele disse que não queria compromissos? Não desconfiou que era talvez porque ele bem podia “já estar” compromissado, ou mesmo pensando na outra seriamente?
    E, sim. Homens recusam sexo, sim. Quando se vinculam a uma mulher, normalmente podem ser bem fiéis. Quando passam por problemas, também podem recusar sexo. Quando a parceira não os atrai, sim, rejeitam sexo. E quando se sentem pressionados, sim, via de regra se negam. E quando uma mulher se oferece demais, sim, até mesmo o sexo perde a graça para eles nesse contexto.
    E mais ainda. Se as conversas que mantinham quase sempre desembocavam em “quentes diálogos”, ele jamais poderia respeitá-la e ter apreço por você. Afinal que garantias ele teria de que você não fizesse isso, inclusive em paralelo a ele, com outro(s)?
    E creia. Homens “gostam” desse tipo de conversa. Mas somente até que enjoem ou que arranjem algo que lhes chame a atenção para outro lado.
    E então eles viram a página, minha amiga, com a maior simplicidade e sem a menor culpa: era um jogo onde as regras eram perfeitamente conhecidas pela mulher, para que justamente administrasse a coisa sem quaisquer apegos.

Deixar uma resposta

Não são aceites comentários que ultrapassem o limite de caracteres ou utilizadores com vários nomes.